Pular para o conteúdo

Corte de Careca: todos lamentam

Corte de Careca: todos lamentam

* Publicado na Gazeta Esportiva de 12/06/1982

CarecaSEVILHA – (De Wanderley Nogueira – enviado especial de A GAZETA ESPORTIVA) – Reunidos diante da fonte que existe diante da fonte que existe no interior do Parador de Carmona, a “fortaleza” que serve de concentração para a Seleção do Brasil, os jogadores deram suas opiniões sobre o corte de Careca, diante da distensão muscular.

WALDIR PERES – “Lamento muito ele é o mais jovem do grupo e a poucos dias do início da Copa, um fato assim provoca uma cicatriz eterna. Ele irá superar tudo, mas não esquecerá estes dias.”

LEANDRO – “Poderia acontecer com qualquer um. O jogador tem que estar preparado para situações como esta. Não pode se abater.”

LUISINHO – “Ele é um cara legal. Só tem amigos, estava lutando para jogar na Copa e conseguir uma maior valorização profissional.”

JUNIOR – “Esses são os obstáculos que um jogador enfrenta. Nem tudo são flores. O Careca terá, tenho certeza, forças para recuperar-se e tem idade para participar de outras Copas.”

FALCÃO – “Lamento muito, apenas isso…”

SÓCRATES – “Toda contusão muscular é terrível. Não permite nem mesmo a presença do espírito do sacrifício. Mesmo que ele quisesse treinar não poderia: a dor é insuportável.”

PAULO ISIDORO – “A gente luta tanto, corre por um lugar, e uma contusão liquida os sonhos.”

SERGINHO – “Sou amigo do Careca, é um profissional leal, estávamos lutando pela condição de titular dentro da maior decência. Um torcia pelo outro, não existia nenhuma falsidade. Ele sabe disso. Estou com ele nesta hora difícil, como verdadeiro amigo.”

ÉDER – “Ele está fora, mas arriscaria dizer que será o centro-avante do Brasil na Copa de 86. Ele tem 20 anos e é um excelente jogador de futebol.”

Comentários

comments