Pular para o conteúdo

TOBOGÃ derrubado. Ramos de Azevedo deve estar festejando…

O “Tobogã” está sendo derrubado.

O setor não estava no projeto original do “Complexo do Pacaembu”, inaugurado em 1940.

Lá, existia a “Concha Acústica”, destinada a receber espetáculos de “Óperas e Músicas Clássicas”.

Intrometido, Paulo Maluf, prefeito na época, mandou derruba-la em 1969.

Foram feitos protestos, mas Maluf foi irredutível.

Mandou as picaretas entrarem em ação.

Para os mais jovens, vale a informação…Maluf começou na política na ARENA.

Ele nunca mudou de partido. A Arena mudou de nome várias vezes: Arena, PDS, PPR, PPB e atualmente PP, Partido Progressista.

Aí, foi construído o “Tobogã”.

Sempre foi considerado um corpo estranho na obra projetada por mentes brilhantes.

Serviu como o setor destinado aos ingressos mais baratos.

Nunca ofereceu conforto.

É verdade que milhares e milhares pessoas viram das suas escadarias, vitórias e derrotas inesquecíveis.

O “Tobogã “ foi chamado de “feio”, “aberração arquitetônica” ,  “fora do padrão” , foi capaz de estragar o cenário” .

Foi esculhambado desde a sua construção.

É possível que muitas pessoas tenham boa lembrança de lá e estejam lamentando a atual destruição.

Nas redes sociais, teve gente considerando um verdadeiro “crime” quando mostradas imagens das máquinas derrubando o “Tobogã” .

A meu ver, se estivessem vivos, a turma do “Escritório Técnico Ramos de Azevedo e dos engenheiros arquitetos Severo & Villares.” , responsáveis pelo projeto original , fariam uma grande festa…virtual, claro.

E com razão.

 

 

 

 

Comentários

comments