Pular para o conteúdo

PALMEIRAS X FLAMENGO: APOSTO NO “TEM JOGO”

Palmeiras e Flamengo é o clássico nacional de domingo.
Estou escrevendo antes da confirmação oficial da partida.
CBF mandou informar ao Flamengo que vai ter jogo.
O clube do Rio respondeu que vai ao STJD para conseguir o adiamento.
Rogério Caboclo mandou o Flamengo incorporar 6 jogadores da base aos 12 que o clube alega estarem aptos para o clássico.
A dúvida – nesse momento – existe.
Mas, tem que ter jogo.
Até ontem os clubes tinham liberação para inscrever 40 jogadores.
Hoje, podem inscrever até 50 atletas.
Em casos de jogadores infectados, devem usar outros inscritos.
Tudo isso foi falado antes do início do Brasileiro.
Pedir adiamento é uma enorme incoerência para aqueles que defendem abertamente a volta de público nos estádios.
E os que dizem que ” se voltar publico no RJ tem que voltar em todos os lugares” não passam de mureteiros.
É mais ou menos…se eles fazem besteira, todos devem fazer.
O distinto público – quase todo – não tem os cuidados que um clube oferece aos seus atletas.
Esse sim, é um enorme risco.
Poucas pessoas no país seguem tão rigorosamente os cuidados para evitar o Covid-19 como os clubes de futebol da série A.
Além do apoio de médicos e demais profissionais da área, as agremiações tem um banco de atletas para utilizar quando surgirem jogadores infectados.
São os próprios dirigentes que dizem que “não há lugar mais seguro que um jogo de futebol profissional nessa pandemia”.
É um festival de incoerências.
São permitidas 5 substituições.
Então , um time tem que ter 11 jogadores titulares e mais 5 no banco de reservas = 16 jogadores, no mínimo.
O recurso é usar a base , quando necessário. Vale para todos.
Pedir adiamento, é casuísmo . É argumento enganador, falso.
Solicitação de transferência para outra ocasião , nesse caso, é esperteza.
Se o time estivesse afiado como nos tempos de Jesus, tenho imensa dúvida, se o clube faria a mesma coisa.
Vale aguardar os próximos minutos.
Sempre fui um péssimo apostador, mas arrisco no “tem jogo”.
É o correto.

 

 

Comentários

comments