Pular para o conteúdo

LUXEMBURGO : Ele e o Vasco acertaram. E os “fígados” reagem.

Vanderlei Luxemburgo está de volta ao futebol.

Antes da virada do ano ele foi anunciado como treinador do Vasco da Gama.

Abel Braga e Ricardo Sá Pinto saíram sem receber nenhum salário no período que ficaram por lá.

Luxemburgo, vai dirigir o Vasco pelos doze jogos restantes e não vai receber nada por isso.

Foi um pedido do próprio técnico. Experiente, sentiu que também seria credor.

Preferiu evitar mais esse desgaste para os dois lados.

Se salvar o time do rebaixamento vai receber uma premiação especial.

Será uma dura missão…

Está aberta a temporada para voltar a esculhambar Luxemburgo.

Decadente, acabado ou fracassado já estão engatilhados para defini-lo.

“Só mesmo o Vasco, um clube arrebentado, poderia contratar Luxemburgo…”

Se você não ouviu isso, vai ouvir…

Já estão engatilhadas definições como “conceitos obsoletos, antiquados”; “desatualizado, atrasado, no futebol de hoje é um primitivo…”.

Treinador cinco vezes campeão brasileiro.

Mais de 40 anos como treinador e 37 títulos conquistados.

Será que não pode ajudar o Vasco ?

Na minha opinião, o clube fez bem em convidá-lo e ele fez bem em aceitar.

Clóvis Rossi nos deixou em 2019.

Foi um jornalista e repórter brilhante.

Teve mais de 50 anos de carreira.

Um dia ele disse: “…não pense com o fígado. Nossas gerações foram condenadas a fazê-lo. Não foi bom”.

Comentários

comments