Pular para o conteúdo

Contratar Dunga? Falta coragem

Contratar Dunga? Falta coragem

Nas últimas horas surgiu o nome do professor Dunga como possível novo treinador deste ou daquele clube.

Na minha opinião, Dunga não tem – nesse momento – nenhuma chance de ser convidado por algum clube brasileiro.

Não cometeu nenhum crime de lesa-pátria, jamais deixou de declarar seu amor pela Seleção e pelo País.

Seguiu o péssimo hábito de “fechar” o seu grupo e seguir absurdamente com ele até morrer na África.

Costume, diga-se, de todos os treinadores do Brasil.

Levou para a Copa jogadores que ele mesmo teve vergonha de colocar em campo.

Mas, todos nós vemos diariamente treinadores “apaixonados” por jogadores medíocres.

Dunga foi grosseiro com a mídia. Jeito de muitos outros “professores” do futebol.

Retranqueiro. Sistema adotado por quase todos os seus colegas.

Penso que a Seleção Brasileira, com Dunga, nunca arrancou suspiros.

Mas, todos os times de futebol brasileiro não estão conseguindo fazer disparar de emoção um coração exigente.

Disseram nos ultimos tempos que Dunga não entendia de futebol e que não poderia ser treinador.

Quantos treinadores em atividade você conhece que não tem jeito para a profissão?

Então, Dunga está na média dos treinadores brasileiros. Diante disso, poderia ser contratado já.

Mas, nenhum cartola brasileiro tem coragem – hoje – de contratar o ex-treinador da fracassada Seleção Brasileira.

Acho que aqui no Brasil, Dunga vai ter de esperar muito para voltar ao trabalho.

A voz da arquibancada é implacável. Machuca, fere, penetra.

Quando ele chegar ao estádio será perseguido pelos torcedores adversários.

Ele estará sempre desguarnecido. Não há como protegê-lo.

Para boa parte da torcida brasileira, depois da eliminação, ele foi o “burro” responsável.

O ex-fiel patrão entregou sorrindo a sua cabeça ao povo.

Será infernizado o tempo todo. Seu novo time tambem será atingido.

A imprensa vai lembrar todo dia, o seu insucesso, o seu mau humor.

Seu jeito rude e áspero receberá grande espaço na imprensa.

Se trabalhar em time pequeno, vai virar um saco de pancadas e será transformado em pó.

Contratado por algum clube badalado será alvo permanente de críticas. Justas e injustas.

Depois do fracasso de 2006, Parreira foi xingado e esculhambado com algum limite.

Parreira tinha como respeitável escudo a conquista de 94.

Zagalo depois de 98 tambem não foi poupado. Ele tambem tinha como proteção a sua longa história.

Infelizmente no Brasil, no futebol, Lazaroni é um treinador “maldito”.

Depois da caótica campanha de 1990, Sebastião Lazaroni nunca foi anistiado.

A cartolagem sabe de tudo isso.

Um clube, hoje, só contrataria Dunga para irritar a CBF.

São raros os clubes no Brasil que fariam alguma coisa para “magoar” o chefe do futebol.

Atualmente, um clube brasileiro só contrataria Dunga para cutucar desafetos.

Em pouco tempo, clube e Dunga perceberiam que agiram com o fígado, não com o cérebro.

Quando um clube contrata um treinador, o primeiro requisito é que o professor traga com ele a paz.

Atualmente, Dunga não tem esse indispensável componente para oferecer.

Resta ao ex-treinador da Seleção Brasileira esperar o tempo passar.

Torcer para que o público e a imprensa deixem o mais breve possível de vincular seu nome ao futebolzinho apresentado pelos jogadores da “Familia Dunga”.

O problema é que no futebol, heróis e vilões não são esquecidos fácilmente. Demora muito.

Nesses casos o tempo passa lentamente.

A turma vai esquecer, mas vai esquecer bem devagarinho…

Comentários

comments