Pular para o conteúdo

Casa Di Vina, antiga casa de Vinicius de Moraes, oferece experiência boutique de hospedagem

Casa Di Vina, antiga casa de Vinicius de Moraes, oferece experiência boutique de hospedagem

Publicado em 23/11/2021 por Tati Sisti

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Na última semana tivemos um encontro virtual com a anfitriã Luisa Proserpio, anfitriã da Casa di Vina Boutique Hotel, que também é gerente de Experiência e filha do casal proprietário da Casa Di Vina Boutique Hotel.

O hotel, localizado em Itapuã, Salvador, tem 30 anos de história integrado à casa que Vinicius de Moraes morou nos anos 1970, quando foi casado com sua musa baiana, Gessy Gesse.

Desde o último domingo, 21, o local, que era conhecido como Mar Brasil Hotel, passou a se chamar oficialmente Casa Di Vina Boutique Hotel, nome como era informalmente conhecida a propriedade onde morou o poeta.

Além de refletir uma proposta de hospedagem pontuada por arte e cultura que vem sendo amadurecida desde os anos 1990, a mudança refere-se, sobretudo, à experiência de estar no imóvel que o compositor de “Tarde em Itapuã” – entre muitos outros marcos da MPB – mandou construir para viver, nos anos 1970, ao lado de sua esposa baiana, a atriz Gessy Gesse. Com a residência já integrada à infraestrutura atual, o hotel-boutique conta com 76 quartos, restaurante aberto ao público e um memorial em homenagem ao artista.

Casa Di Vina (Foto: Divulgação)

“Ao longo de nossa caminhada foram muitas reinvenções que experimentamos. Começamos pequenos, em 1992, quando, em família, erguemos as paredes do então Mar Brasil Apart Hotel. Na época, era comum receber viajantes de longa estada e com eles aprendemos a arte de acolher com afeto. Em 2000, compramos a casa do terreno ao lado, construída por Vinicius, e ganhamos a amizade de sua musa, Gesse”, conta Luisa Proserpio, uma das filhas do casal proprietário e ela própria gerente de Experiência e uma das idealizadoras da Casa Di Vina. De acordo com ela, o nome do imóvel remete ao apelido do ‘poetinha’ e à forma de como os amigos chamavam o local.

*FAÇA SUA RESERVA NO CASA DI VINA BOUTIQUE HOTEL

Ainda de acordo com Luisa, a escolha de um novo nome traduz melhor a história do local e a paixão dos proprietários por arte. “A experiência que viemos desenhando nestes derradeiros anos se consolida com a revitalização da Suíte Vinicius de Moraes, uma nova piscina com22 metros de comprimento e vista para o mar, um novo menu e drinques do restaurante, além da renovação do jardim do poeta e um novo gradil artístico inspirado na beleza natural de Itapuã assinado pela artista colombiana Elena Landinez”, diz.

A dez minutos do Aeroporto Internacional de Salvador e em meio às melhores praias da cidade, o hotel está localizado em frente ao Farol de Itapuã, bairro internacionalmente conhecido por meio da canção de Vinicius que ainda hoje se mantém como uma vila de pescadores. Envolvida por essa atmosfera de nostalgia, romantismo e aconchego, a Casa Di Vina exala arte e cultura, acolhendo, em diferentes espaços, inúmeras obras e peças assinadas por expoentes do design nacional, como Sergio Rodrigues, quadros de Calasans Neto, Carybé, Chico Liberato, Cecéu Evangelista e cocares da comunidade Funil-Ô.

Casa Di Vina (Foto: Divulgação)

A antiga moradia do compositor, por exemplo, abriga uma coleção de fotografias antigas e manuscritos, os quais ilustram os momentos do período que o artista viveu na capital e compõem um acervo de relíquias cedido por Gesse que permanece exposto em um memorial aberto à visitação gratuita do público, sobretudo os fãs da bossa nova.

Quanto à oferta de hospedagem, as acomodações são distribuídas em seis categorias. Com décor que reflete a natureza de Itapuã, as suítes se caracterizam pelo ambiente tranquilo que induz ao dolce far niente e faz com que os hóspedes se sintam como se estivessem na própria casa. Diferentemente do burburinho do centro histórico da capital, ao abrir as janelas das suítes é possível ouvir o barulho do mar ou admirar um jardim tropical.

*FAÇA SUA RESERVA NO CASA DI VINA BOUTIQUE HOTEL

Ideal para celebrações de bodas, lua de mel ou momentos especiais, a principal acomodação do hotel é onde o poeta costumava dormir, hoje convertida na Suíte Vinicius de Moraes. Com 52 m2, conta com fotos e objetos originais da época, além de uma banheira com vista para o mar e uma minibiblioteca com as principais obras do artista, muitas delas escritas ali. O local também mantém a cama original da casa, além de azulejos e esculturas do artista Udo Knoff.

Casa Di Vina (Foto: Divulgação)

Aos serviços e experiências proporcionados pelo hotel soma-se o Casa Di Vina Restaurante, aberto ao público em geral e localizado na varanda da antiga propriedade do compositor. Nesse encontro da gastronomia com a poesia destacam-se as culinárias mediterrânea e baiana, que são apresentadas em um menu variado de massas, frutos do mar e carnes, além de receitas ensinadas pela própria ex-mulher do compositor, como o Frango a Gesse e Vina e o drinque Tarde em Itapuã.

Além disso, e fiel à proposta de “brasilidade” do hotel, o restaurante dispõe de uma bela carta de vinhos nacionais, entre eles o rótulo Casa Di Vina, especialmente desenvolvido pela vinícola gaúcha Torcello nas versões Merlot e Tannat. Com tamanha história e personalidade, é considerado, desde a sua abertura, em 2015, um dos melhores restaurantes da cidade segundo opinião de visitantes no Trip Advisor.

Outra história de amor

O romance de Vinicius e Gesse não é o único nesta história. O surgimento do primeiro hotel, em 1992, começou com um amor de verão ainda em 1981, quando a paulistana Renata Proserpio foi conhecer o Carnaval de Salvador. Na Bahia, se deparou com uma realidade social e cultural pela qual se encantou, além de conhecer o ambientalista baiano Zé Fontes Lima, fixando residência com ele em Itapuã.

Anos depois, o casal construiu em frente ao mar um pequeno hotel, no terreno ao lado da casa de Vinicius, onde passou a receber viajantes de todas as partes do mundo, compartilhando com eles a riqueza, a originalidade e a cultura locais. Em 2000, a residência do artista foi colocada à venda pela família Tanuri, que ali morava. Fãs de bossa nova, Renata e Zé adquiriram o imóvel.

*FAÇA SUA RESERVA NO CASA DI VINA BOUTIQUE HOTEL

Como bem sintetiza Luisa Proserpio, “somos com muita paixão um hotel de gestão familiar feito para famílias, amigos e amantes das artes e da Bahia, valorizando o que realmente importa na vida: a constante e deliciosa celebração da arte do encontro”.

Hoje, apesar dos quase 30 anos que se passaram, Itapuã não apenas preserva os encantos naturais que inspiraram Vinicius e Caymmi, entre outros artistas, como mantém a aura original de uma vila de pescadores que preserva suas tradições. Nesse sentido, a Casa Di Vina valoriza as manifestações culturais da comunidade por meio de parcerias sociais, como as estabelecidas com o grupo musical Ganhadeiras de Itapuã e o bloco afro Malê Debalê, apoiando pautas afirmativas antirracistas, artísticas e socioeducativas. Além disso, e como forma de incentivar o turismo local, disponibiliza a seus hóspedes um leque variado de experiências no entorno, como se deliciar com o famoso acarajé de Cira ou passear nas dunas que cercam a Lagoa do Abaeté.

*Com informações da Baobá Comunicação.

O post Casa Di Vina, antiga casa de Vinicius de Moraes, oferece experiência boutique de hospedagem apareceu primeiro em Trip to Follow.