Pular para o conteúdo

Lençóis Maranhenses: 7 motivos do porquê este é um dos lugares mais lindos da Terra

Lençóis Maranhenses: 7 motivos do porquê este é um dos lugares mais lindos da Terra

Publicado em 14/09/2021 por Tati Sisti

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Por @anna.laura, editora do Carpe Mundi, blog jornalístico de viagens, dicas de fotografia, experiências, achados e tendências

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses conserva uma das composições de cenários mais maravilhosas do mundo. Dificilmente você não vai ficar atordoado com a paisagem formada por lagoas azuis de águas cristalinas entre dunas imensas, lembrando um enorme tapete infinito. A visão do parque natural vai ficar na memória para sempre. E as experiências que você viver lá também. Veja abaixo 7 motivos que vão te convencer a reservar sua viagem e aceitar de vez que os Lençóis Maranhenses são um dos lugares mais lindos e incríveis da Terra.

Lençóis Maranhenses (Foto: Anna Laura)

|Uma formação curiosa e excepcional nos Lençóis Maranhenses

A origem dos Lençóis Maranhenses está ligada à ação marítima e os sedimentos trazidos por ela, à força do vento e à pluviosidade, além da atividade do lençol freático em diferentes pontos do parque. Correntes marítimas que chegam no estado Maranhão carregando sedimentos compostos basicamente por quartzo deslocam-se pela ação do vento de até 70 km/h e mudam de lugar, forma e altura suas infinitas dunas. Já a alta pluviosidade de 1.500 a 2.000 mm de precipitação média anual se acumula em água doce azul nas lagoas podendo chegar a até 5 metros de profundidade na época da cheia, estimulados pelo movimento do lençol freático. É esse mix que cria lagoas de água doce e cristalina, em tons de azul e verde, dependendo da incidência de chuva, de sedimento e do vento em cada lagoa.

Leia também:

|O sobrevoo pelas lagoas dos Lençóis Maranhenses revela uma paisagem que é única no mundo

Lençóis Maranhenses (Foto: Anna Laura)

A bordo de um avião monomotor, que parte do aeroporto de Barreirinhas, um percurso de cerca de 30 minutos sobrevoando a imensidão do conjunto de lagoas dos Lençóis Maranhenses revela um cenário imperdível: a infinidade de dunas preenchidas por água cristalina em seus encontros, lembrando lençóis esticados sobre a paisagem – daí o nome do parque nacional. Mais fotogênico ainda principalmente nos meses de julho a outubro, quando a chuva faz as lagoas ficarem cheinhas.

 

|Você pode fazer um dos trekkings de verão mais autênticos que existem

A famosa travessia dos Lençóis Maranhenses prevê 3 noites e 4 dias de caminhada, com um deles começando cedo, às 3h da manhã e caminhando 17 quilômetros no dia. É a melhor maneira de conhecer a imensidão do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e chegar a lugares impossíveis senão caminhando (veículos são proibidos no interior do parque). Ficando em Atins e Santo Amaro, sim, você chega em lagoas desertas em que pode ficar sozinho, mas na travessia a experiência é ainda mais arrebatadora – você e o seu grupo são os únicos seres humanos presentes nas dunas por quilômetros. A acomodação, as refeições e a infraestrutura geral são simplórias: dorme-se em redes na casa dos nativos.

 

|Visitar o paraíso é barato e custa só R$ 3.000 por pessoa (com tudo!)

A viagem para os Lençóis Maranhenses não é cara. De São Paulo, por exemplo, a São Luís, dá pra achar passagens aéreas por cerca de R$ 400 ida e volta comprando com antecedência e fora de feriados e finais de semana da alta temporada. De transfer, soma-se mais cerca de R$ 300 (ida e volta). Pousadas propondo estadias simples, porém confortáveis, saem na faixa de R$ 300 a noite, e de comida você pode calcular cerca de R$ 150 o dia. Para os passeios, reserve R$ 100 por dia. O que dá, para uma semana de viagem, contando seis noites de acomodação, cerca de R$ 3 000 por pessoa (uma vez que o valor do quarto é por casal, dividindo então por dois). Agora, esse valor pode subir se você estiver cogitando uma pousada com mais requinte (há opções onde a noite sai por mais de R$ 1 000), transfer e passeios particulares (calcule 6x o valor).

Lençóis Maranhenses (Foto: Anna Laura)

|Desconexão com a conectividade e conexão com a natureza

É fato que verdadeiros paraísos promovem a total desconexão com a rede telefônica, o Wi-Fi e o alarde de notícias da civilização. Pois nos Lençóis Maranhenses, o cenário é de total zen. Apesar de em Barreirinhas, base principal, o sinal e o Wi-Fi serem geralmente bons, em Atins celular não pega e cartão não passa, mas a maioria das pousadas fornece alguma Internet para rápidas conexões durante o dia (só não pode chover, que aí a conexão cai). Em Santo Amaro o celular pega em alguns pontos. Agora, dentro do parque nacional, exceto se você estiver no topo das dunas mais, mais, mais altas, esquece: você vai estar 100% desconectado do celular mas, ao mesmo tempo, 100% conectado com a energia da natureza que bate forte ali.

|Oásis mesmo fora de um deserto clássico

Lençóis Maranhenses (Foto: Anna Laura)

Os Lençóis Maranhenses assemelham-se um grande deserto, se não chovesse aqui 300 vezes mais do que no Saara africano, por exemplo. Alguns confundem, mas a região os Lençóis Maranhenses não é um deserto. Desertos são locais com indisponibilidade total de água. E se tem uma coisa que se encontra nos Lençóis Maranhenses, é água. O que estimula o aparecimento de oásis incríveis pontuados por lindas vegetações verdes mesmo no meio das dunas de areias. Andando nos percursos da Lagoa da Bethânia, Emendadas e Lavada, em Santo Amaro do Maranhão, é maior a chance de encontrar essas formações surreais. Leia mais sobre os passeios de Santo Amaro, onde comer e onde ficar aqui.

Nada melhor que viajar com uma mala para desapegar e entrar no clima relax

Na sua mala você vai querer levar apenas roupas leves como vestidos, camisas de linho, camisetas folgadas. Biquínis, maiôs, sungas mil. Havaianas, protetor solar (mas evite mergulhar com eles, pois poluem a água), chapéu, óculos, garrafinha squeeze pra encher de água. Uma boa canga ou toalha e bolsa de praia ou mochila para colocar tudo dentro. Se tiver GoPro, é válida para tirar fotos dentro das lagoas. E pra quem sonha em tirar foto boiando nas piscininhas, melhor levar sua boia com você do que esperar pra comprar lá. Vale planejar levar cartas, palavras-cruzadas e livros para desconectar durante a noite. Carregadores portáteis ajudam a ter bateria para fotografar nos passeios de dia todo. Porque não tem nada melhor que viajar com uma mala leve, prática e compacta, pra levar somente o necessário e gastar o resto do tempo, dos quilos e da importância aproveitando a viagem.

LEIA MAIS SOBRE DICAS COM PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE OS LENÇÓIS MARANHENSES AQUI

Veja mais fotos na galeria abaixo:

#jtg-75267 .item { background-color:#000000; }#jtg-75267 .item:hover img { opacity: 0.5; }#jtg-75267 .item .jtg-social a { color: #ffffff }#jtg-75267 .item .caption { background-color: #ffffff; }#jtg-75267 .item .figc { color: #ffffff;}#jtg-75267 .item .figc .description {font-size: 14px; }#jtg-75267 .item .figc h2.jtg-title { font-size: 16px; color: #ffffff; }#jtg-75267 .item { transform: scale(1) translate(0px,0px) rotate(0deg); }#jtg-75267 .items { width:100%; height:800px; }#jtg-75267 .items .figc p.description { color:#ffffff; }

jQuery(‘#jtg-75267’).modulaGallery({margin: 10,enableTwitter: true,enableFacebook: true,enablePinterest: true,enableGplus: true,randomFactor: 0.5,});jQuery(function () {});

O post Lençóis Maranhenses: 7 motivos do porquê este é um dos lugares mais lindos da Terra apareceu primeiro em Trip to Follow.