Pular para o conteúdo

Vila de Alter Pousada Boutique: experiência autêntica em Alter do Chão

Vila de Alter Pousada Boutique: experiência autêntica em Alter do Chão

Publicado em 30/08/2021 por Tati Sisti

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Um típico vilarejo ribeirinho que mantém sua cultura e principais características no turismo e em hospedagens especiais. Os dias em Alter do Chão pedem uma estadia especial, com características que pulsam do coração. Assim é a incrível Vila de Alter Pousada Boutique Amazônia.

Alter do Chão é uma pérola do município de Santarém, no Pará, e mantém suas graças e riquezas expressas de forma bem poética em uma das melhores hospedagens da região. A Vila de Alter é a primeira pousada boutique do Pará e nasceu inspirada no modo de vida pacato de um vilarejo às margens do rio Tapajós.

Ela foi inaugurada em novembro de 2016, tem apenas seis bangalôs construídos com madeira reflorestada e que remetem, de fato, as construções ribeirinhas. Não por acaso, algumas delas estão sobre palafitas.

Vila de Alter (Foto: Trip To Follow)

Em 2019, Vila de Alter conquistou o Prêmio Trip Travellers Choice como uma das 25 melhores pousadas do Brasil. Prêmio merecido, já que – podemos destacar -, é uma pousada com um time de colaboradores formado por moradores da região (que eles mesmos chamam de família) que oferece um atendimento cuidadoso, discreto e personalizado.

A pousada é daqueles lugares que você se sente abraçado duplamente: pela região em si (Alter do Chão é um dos lugares mais especiais que já conhecemos) e pela pousada.

Leia também

As proprietárias, Andréa Aymar e Regina Santos, colocaram a alma e muito amor em cada cantinho da construção. Isso é notável. Como elas mesmas dizem. “acolher é nosso propósito. Aqui, somos intensos como o sol que aquece o coração, sentimos a chuva que molha a terra e lava nossa alma”.

Quando estiver por lá, dedique tempo para conversar com elas e conhecer mais sobre suas histórias. O sucesso desse lugar tão especial fica ainda mais claro!

Vila de Alter (Foto: Trip To Follow)

|A Vila de Alter

A pousada lembra um vilarejo, onde cada hóspede é um morador e cada acomodação, uma pequena casa. E foi exatamente o que aconteceu. Impressionante como nos primeiros momentos da nossa hospedagem, já estávamos conversando com nossos “vizinhos” como se os conhecêssemos há tempos.

Todos os bangalôs foram construídos no meio da mata com tábuas de madeira e portas e janelas de vidro, que favorecem a ventilação e iluminação natural. Além disso, todos têm uma rede na varanda, afinal, toda casa no Pará tem que ter uma rede, e decoração que mistura elementos contemporâneos e referências da arquitetura ribeirinha.

Vila de Alter (Foto: Trip To Follow)

Caminhar pela pousada é como caminhar pela floresta. Ela é completamente ocupada pela natureza e com ambientes abertos onde os hóspedes podem curtir e relaxar. Todos batizados com nomes de espécies da flora amazônica.

Da recepção, a Samaúma, saem os caminhos de madeira que levam para esses cantinhos e para os bangalôs. Tem o Espaço Caruá, o bar Camu-Camu, o Espaço Uxi, o espaço de fumantes Tapiri a Seiva (lojinha onde estão expostos objetos de decoração, utilitários e acessórios criados por indígenas, artesãos locais e artistas parceiros) e o ofurô amazônico, que merece um destaque a parte.

Vila de Alter (Foto: Trip To Follow)

Vila de Alter (Foto: Trip To Follow)

Sim, o ofurô fica em um pequeno barco regional e instalado no meio da “floresta particular” da pousada. Água geladinha e perfeita para se refrescar nos dias quentes do Pará.

As acomodações também levam nomes especiais: Inajá, Tucumã, Cumaru, Urucum, Piquiá e Mururé.

A sustentabilidade na pousada é questão séria. Com a expectativa de oferecer uma vivência autêntica em harmonia com a natureza, a vila foi criada 100% comprometida com o meio ambiente.

Poucas árvores foram suprimidas para a construção dos espaços. Ao longo dos anos, plantamos novas espécies e presenciamos o crescente aparecimento de animais silvestres.

Para a construção dos bangalôs, além do uso de madeira reflorestada, foram usadas telhas feitas a partir de fibras vegetais recicladas. Eles também optaram pela utilização de equipamentos eletroeletrônicos de baixo consumo de energia, transformam o lixo orgânico em adubo, usam fossas ecológicas no saneamento básico e círculos de bananeiras para filtrar águas cinzas.

Bicicletas ficam à disposição dos hóspedes que querem ir até o centrinho ou pedalar pelas redondezas da pousada. Eu acho isso muito legal e importante. Todos os espaços têm Wi-Fi gratuito.

Todos os espaços têm Wi-Fi gratuito.

|Gastronomia

A gastronomia da Vila de Alter é um caso à parte. Eles não têm um restaurante que oferece almoço e jantar, mas o café da manhã e o lanchinho da tarde estão inclusos na hospedagem.

Me atrevo a dizer que uma dessas refeições por lá marcou nosso paladar durante a viagem para o Pará. Isso porque eles valorizam os ingredientes da região e a cada café ou lanche, um novo sabor.

Vila de Alter (Foto: Trip To Follow)

No café da manhã, pães, bolos, geleias, tapiocas, biscoitos, chás, café, frutas, ovos etc. Na noite anterior você preenche um papel com os itens que vai querer e, no dia seguinte, ele é servido no próprio bangalô.

Essa estrutura sempre foi assim e a ideia é manter esse formato. Assim você acorda tranquilo – não precisa nem tirar o pijama – e curte sua casinha nas primeiras horas do dia.

Vila de Alter (Foto: Trip To Follow)

Antes mesmo de você se levantar, parte do café da manhã está servido na mesa externa. Os pratos quentes são servidos em seguida, quentinhos, depois que você aperta uma campainha. Prepare-se para uma belíssima refeição.

O lanchinho da tarde vem naquela hora especial, depois que você chega de um dia longo de passeio e louco para beliscar algo antes do banho. Nessa hora chegam mais delícias ao bangalô: que tal mousse de cupuaçu, pastelzinho de carne de caju, chá verde geladinho e café? Perfeito!

À noite, para quem prefere descansar, a pousada oferece como cortesia mini sanduíches feitos com ingredientes locais.

Vila de Alter (Foto: Trip To Follow)

|Quando ir e onde fica a Vila de Alter

Alter do Chão é um destino para ser visitado o ano inteiro. A melhor parte é que a paisagem muda completamente na época da chuva ou na época da seca.

O verão amazônico é considerado a temporada da seca, que vai de agosto a dezembro, e é perfeito para quem quer curtir as praias de rio. Se você quer passeios de barco em meio à floresta e deseja ver mais da fauna, o recomendado é viajar no inverno amazônico, temporada de chuvas (ou temporada de estiagem) que vai principalmente de janeiro a julho.

Alter do Chão (Foto: Trip To Follow)

Nós fomos no começo de agosto e achamos a época perfeita porque conseguimos pegar um mix das duas épocas: curtimos praias, mas também fizemos muitos passeios de barcos, considerando que os bancos de areia não estavam 100% fora da água.

Esse calendário ilustrativo desenvolvido pela Vila de Alter mostra com clareza essas épocas:

A Vila de Alter fica a 1,4km do centrinho do vilarejo de Alter do Chão, o que corresponde a uma caminhada de 15 minutos. Para chegar lá, é possível ir de bicicleta, transfer com motoristas recomendados ou de carro, se você alugar um.

|Nossa experiência na Vila da Alter

Chegamos na Vila de Alter após dormir uma noite em redes no meio da Floresta Amazônica, uma das experiências mais marcantes e especiais das nossas vidas. Chegar na pousada foi como dar continuidade à experiência (só que com mais conforto).

Lá foi o lugar ideal para processar tudo que tínhamos vivido até aquele momento, e ainda assim respirar o ar puro e equilibrar corpo, mente e alma.

Nos hospedamos no bangalô Cumaru: “Neste bangalô viver é o primeiro verbo e amar, o segundo. Cada detalhe preenche os dias com carinho e cuidados”.

Vila de Alter (Foto: Trip To Follow)

Vila de Alter (Foto: Trip To Follow)

São 42 metros quadrados que hospedam até 3 pessoas, com Smart TV e TV a cabo, ar-condicionado, ventilador, minibar, banheiro com chuveiro e vaso divididos pela pia (amei esse design), secador de cabelo, enxoval 100% algodão e amenities Natura.

Tive a honra e o privilégio de passar meu aniversário por lá e comecei o dia com um bolo de chocolate especialmente feito para mim (estava maravilhoso) e com um parabéns cantado por todos os funcionários da Vila de Alter. Não pude conter a emoção. Foi lindo e só tenho a agradecer.

Vila de Alter (Foto: Trip To Follow)

Tivemos encontros especiais com macacados, bicho-preguiça e pássaros. A Vila de Alter é daqueles lugares que “te prendem”, no bom sentido. Mesmo com um mundo para ser explorado lá fora, te faz querer curtir a tranquilidade lá de dentro. Por isso, enquanto estiver hospedado por lá, encontre o meio-termo. A pousada não é apenas uma hospedagem, é uma experiência completa.

|Serviço

Os valores das diárias na Vila de Alter variam de acordo com a acomodação, dia da semana e mês de preferência. Os preços variam entre R$ 566 e R$ 998. Veja os preços e faça sua reserva aqui.

Endereço: Rua do Sol, 282 – Pefú, Santarém – PA, 68010-740

Veja mais fotos na galeria abaixo:

#jtg-74313 .item { background-color:#000000; }#jtg-74313 .item:hover img { opacity: 0.5; }#jtg-74313 .item .jtg-social a { color: #ffffff }#jtg-74313 .item .caption { background-color: #ffffff; }#jtg-74313 .item .figc { color: #ffffff;}#jtg-74313 .item .figc .description {font-size: 14px; }#jtg-74313 .item .figc h2.jtg-title { font-size: 16px; color: #ffffff; }#jtg-74313 .item { transform: scale(1) translate(0px,0px) rotate(0deg); }#jtg-74313 .items { width:100%; height:800px; }#jtg-74313 .items .figc p.description { color:#ffffff; }

jQuery(‘#jtg-74313’).modulaGallery({margin: 10,enableTwitter: true,enableFacebook: true,enablePinterest: true,enableGplus: true,randomFactor: 0.5,});jQuery(function () {});

O post Vila de Alter Pousada Boutique: experiência autêntica em Alter do Chão apareceu primeiro em Trip to Follow.