Pular para o conteúdo

Anantara Dhigu: como é se hospedar no resort de luxo nas Maldivas

Anantara Dhigu: como é se hospedar no resort de luxo nas Maldivas

Tiramos a prova de que tudo que postam das Maldivas nas redes sociais é real. Ou ainda mais real e mais bonito do que as fotos e vídeos podem mostrar. O Anantara Dhigu é a prova física – literalmente – de que não tem lugar mais lindo no mundo do que um resort isolado no azul único em uma pequenina ilha do país. Costumo dizer que o azul das Maldivas “dói os olhos” de tão vibrante. Toda nossa viagem foi organizada pela Cays Turismo, com parceiria da Kangaroo Tours.

Leia aqui tudo que você precisa saber antes de ir para as Maldivas.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Conhecemos o paraíso em novembro, durante nossa lua de mel. Fato que não poderíamos ter escolhido destino nem hotéis melhores para um momento tão marcante das nossas vidas. Combinamos Maldivas com Dubai, nos Emirados Árabes, e Sri Lanka. Nas Maldivas combinamos dois hotéis Anantara: Dhigu e Kihavah, 3 noites em cada.

JÁ SEGUE O TRIP TO FOLLOW NO INSTAGRAM? @TRIPTOFOLLOW

Verdade que as Maldivas não são um destino barato, mas há como se programar para que a viagem dos sonhos vire realidade. O Anantara Dhigu é um dos queridinhos dos brasileiros por vários fatores. O primeiro deles é o ótimo custo-benefício.

Os preços das acomodações variam entre R$ 2820 (Sunrise Beach Villa) e R$ 10,204 (Two Bedroom Anantara Pool Villa) a diária. Esses valores estão em reais, mas podem ficar mais caros ou mais baratos de acordo com a variação do dólar.

Outro bom motivo é que ele fica ao lado do Anantara Veli. Não estão na mesma ilha, mas estão em ilhas vizinhas, então o acesso é muito fácil e rápido. Todos os dias e com intervalos curtos de tempo, das 7h30 às 23h30. um pequeno barco faz essa travessia gratuitamente para os hóspedes mudarem de hotel em poucos minutos. Dessa forma, todos os hóspedes de ambos os hotéis têm acesso às áreas comuns tanto do Dhigu quanto do Veli, incluindo todos os maravilhosos restaurantes (é assunto para já já, mas adianto que o Veli tem o melhor restaurante japonês que já fomos nas nossas vidas).

Esse trajeto também pode ser feito de caiaque ou stand-up paddel. Vale destacar que o Anantara Veli é adults-only, então se você for com crianças, eles não poderão frequentar o resort vizinho, apenas os restaurantes durante os jantares.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Leia também:

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Além, disso, o resort fica muito perto de Malé, capital das Maldivas de onde saem todos os speed boats ou hidroavião que fazem o transporte para os resorts. Sendo assim, esse trajeto não sai tão caro (apesar de ser pago a parte). São apenas 35 minutos e o passeio já dá um gostinho do que vem pela frente.

O Anantara Dhigu é um resort de luxo. Luxo que vai além do tapete vermelho e lustres de cristal, pelo contrário. É luxuoso nos detalhes, no atendimento, na preocupação com o bem-estar do hóspede, nas experiências oferecidas. Você não precisa se preocupar com nada além de curtir seus dias por lá.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

|Como chegar no Anantara Dhigu

Como mencionei anteriormente, combinamos as Maldivas com mais dois destinos, Dubai e Sri Lanka. A melhor forma de chegar até as Maldivas, para quem sai do Brasil, é por Dubai. Essa primeira hora de voo dura aproximadamente 14 horas. Dali saem os voos para Malé, que duram cerca de 4h15.

A experiência em qualquer hotel Anantara começa assim que você pousa no aeroporto. Um funcionário estava nos aguardando com uma plaquinha com nossos nomes e logo fomos encaminhados para o lounge do hotel, com ar-condicionado, alguns drinques e informações gerais. Você não precisa nem se preocupar com suas malas, tá? Eles fazem essa “função” para você.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Claro que tudo é extremamente bem programado, então o hotel organiza tudo depois que você envia os dados do seu voo de chegada e partida. A espera não foi longa e logo embarcamos no speed boat que nos levaria ao paraíso. Com a gente foram mais 4 casais que tinham como destino exclusivamente ou o Anantara Dhigu ou o Anantara Veli.

Esse percurso demora aproximadamente 35 minutos e custa cerca de US$ 420. Esse transfer é cobrado e organizado no momento em que você fecha seu hotel, seja através de uma agência (recomendamos de olhos fechados a Cays Turismo) ou diretamente através do hotel.

O Anantara Dhigu está na ilha Dhigufinolhu, no sul do Male Atoll e oferece algumas das mais espaçosas vilas de luxo nas Maldivas.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

|Chegando no Anantara Dhigu

Um dos momentos que você provavelmente nunca vai esquecer sobre sua estadia no Anantara Dhigu é a chegada (e a partida). E não falo isso por conta do mar azul, com um tom único que deveria ser oficialmente chamado de “azul Maldivas”.

Conforme nosso barco se aproximava do deck, ouvíamos em um som crescente uma música vinda diretamente de um grupo de funcionários prontos para receberem os novos hóspedes. Sorridentes e batucando uma música local para nos sentirmos literalmente abraçados e com mais expectativa ainda do que vinha pela frente.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Todos os hóspedes são recebidos com welcome drink e fazem uma foto na entrada do hotel que fica como um pequeno presente na hora do check-out.

Após uma recepção com um overview so hotel, fomos para a nossa villa acompanhadas de um funcionário do Anantara Dhigu. Além de nos apresentar nossa suíte e todas as funcionalidades, ele ficou à disposição caso tivéssemos qualquer dúvida, quiséssemos fazer alguma alteração no nosso schedule ou agendar um novo passeio.

Ah! Ele também circula pelo hotel com um carrinho de golf, assim como outros funcionários. Caso o hóspede não queira caminhar ou pegar uma bicicleta, pode “pedir uma carona”. Bem prático.

|Nossa villa no Anantara Dhigu

O Anantara Dhigu tem várias opções de acomodações: Sunrise Beach Villa, Sunset Beach Villa, Sunrise Over Water Suite, Sunset Over Water Suite, Sunset Pool Villa, Anantara Pool Vila, Anantara Over Water Pool Suite, Two Bedroom Family Villa e Two Bedroom Anantara Pool Villa, que acomodam de 2 adultos e 2 crianças (ou 3 adultos), até 4 adultos e 2 crianças. Essas opções vão de 119 até 312 metros quadrados. São, ao todo, 110 acomodações entre as que ficam na praia ou no mar.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Nós tivemos experiências diferentes nos dois hotéis. No Kihavah ficamos em uma Villa Over Wather, mas no Dhigu ficamos em uma Sunset Beach Villa, de 125 metros quadrados, que é a coisa mais linda que você pode imaginar.

É uma villa de praia das Maldivas, voltada para o mar e com um deslumbrante pôr do sol.

Vou começar destacando o banheiro que, para mim, é um dos lugares mais incríveis do quarto. Podemos dizer que é um “banheiro externo” já que as paredes não encontram o teto e deixam espaço para a entrada de ar fresco, para o cheirinho de praia e, em alguns casos, para um pouco de chuva.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Explico melhor: toda a lateral fica ao ar livre e, se chove, molha apenas essa área que, inclusive, tem um chuveiro “aberto”. A banheira de design ao centro é o principal destaque. Toda essa lateral tem um caminho de areia (das Maldivas) com pedras para que você não suje os pés depois da ducha fresquinha. Também tem outro chuveiro “tradicional” com ducha forte, duas pias e vaso sanitário em um cantinho com privacidade.

Essa banheira, inclusive, se mantém nas suítes over water e também são estrategicamente posicionadas tendo o mar como pano de fundo.

Difícil transformar em palavras quando algo é tão perfeito e tão melhor que um sonho! E eu não estou exagerando, garanto.

Claro que o banheiro é 100% equipado com toalhas, roupões, secador de cabelo e amenities de banho (shampoo, condicionador, pasta de dente, escova de dente, gilette, fio-dental, pente, etc).

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

O quarto tem um amplo closet, uma área com escrivaninha, uma cama king-size estrategicamente posicionada para a área externa da suíte, sofá, televisão à cabo, mats de ioga, mini-bar e cafeteira Nespresso com cápsulas cortesia. O deck esterno tem uma mesa com duas cadeiras, um sofá-balanço e a vista para o mar das Maldivas.

Todo esse caminho até a praia mantém a privacidade da suíte com um corredor de vegetação e jardim perfeitos. Já na areia, mais duas espreguiçadeiras e uma mesinha para que você curta a praia da melhor forma possível.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Como você pode perceber, tudo é pensado nos mínimos detalhes. Tanto na entrada principal da suíte quanto a entrada da praia tem um recipiente grande com água, flores e uma concha para que você consiga lavar os pés antes de entrar no quarto.

Todas as villas do Anantara Dhigu têm Wi-fi gratuito, que funcionam perfeitamente bem em quase todas as áreas do resort.

Você deve estar se perguntando como nos locomovemos por lá. Sim, caro leitor, com as famosas e Instagramáveis bicicletas das Maldivas. No Anantara Dhigu elas não são exclusivas dos hóspedes, então é necessário encontrar uma base onde elas ficam estacionadas e pronto. Quando chegar no seu ponto final, basta estacioná-la de novo. Não se preocupe, raramente você ficará sem uma bicicleta.

Claro que muitas vezes o percurso é curto e você pode ir caminhando. Mas andar de bike por lá também é uma experiência única.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

|Estrutura do Anantara Dhigu

Quando fomos para o Anantara Dhigu, o mar estava literalmente uma piscina, sem ondas. Mas há épocas em que os amantes do surf podem se esbaldar com muita onda.

Sendo assim, as praias que cercam o hotel por si só já deixam qualquer dia completo. Portanto, você também pode praticar caiaque e stand-up paddle. Todos os hóspedes têm direito ao uso por um período do caiaque, veleiro hobie cat e SUP. O aluguel dos famosos caiaques transparentes custa US$ 60 a hora.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Tem uma unidade da TropicSurf – uma empresa australiana com guias especializados em locais exóticos – dentro do hotel. Conhecidos por “art of luxury surfing”, eles oferecem todas as experiências para os hóspedes, desde surf days até experiências com SUP.

Nós curtimos um sunset um pouco nublado, mas mesmo assim lindo, ao SUP. Vimos muitos peixes, arraias e até tubarão!

Ah! Todos os hóspedes podem retirar no check-in snorkel e nadadeiras sem custo adicional para desfrutar durante toda a hospedagem.

Há outras opções aquáticas para quem quiser investir um pouco mais, como wakeboard, jet ski, flyboard, windsurf, kitesurf e parasailing.

O Anantara Dhigu também tem academia, quadras de tênis, aulas de ioga e aulas de culinária típica (Spice Spoons).

Dedique uma manhã ou tarde para conhecer a Gulhifushi Picnic Island. Nós fomos até lá de caiaque, saindo do comecinho da passarela das over watter villas e foi um passeio único e delicioso. Você também pode chegar lá de SUP ou com o barquinho do próprio hotel que faz esse percurso algumas vezes durante o dia.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Essa ilha é só para lazer – não tem suítes -, tem algumas piscinas naturais perfeitas para snorkel, bancos de areia e cantinhos para quem quer relaxar em palapas espreguiçadeiras na areia.

Tem um icônico balanço que fica no meio do caminho das ilhas e, na maré baixa, é possível ir caminhando até eles. A ilha tem banheiros e bar.

Se quiser apenas relaxar, pode desfrutar de redes e balanços espalhadas pelo hotel, ou então agendar um horário para uma massagem no SPA. São diversas opções, para todos os gostos. Nós só conhecemos o SPA do Anantara Kihavah, mas imagino que o do Dhigu seja tão incrível quanto.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

O SPA do Anantara Dhigu tem sauna a vapor e sauna seca, além de uma área de relaxamento com piscina exclusiva e jacuzzi.

Isso sem contar a famosa piscina de borda infinita que quase se encontra com o mar. Sem dúvidas, uma das piscinas mais bonitas das Maldivas!

Se você busca por algo mais exclusivo, pode agendar o “Cinema Under The Stars”, que é privativo, montado em uma área exclusiva a beira mar e com um jantar preparado por um dos chefs do hotel.

As crianças podem curtir o kids club o hotel, batizado de Dhonu Club, que tem brinquedos outdoor e atividades indoor. Abre das 9h às 18h e acolhe crianças de 3 a 12 anos. Os menores precisam estar com um responsável.

Restaurantes

Nos hospedamos no Anantara Dhigu com pensão completa: café da manhã, almoço, jantar e snacks durante o dia. Mas a maioria dos hóspedes optam por meia pensão, com café da manhã e jantar.

Como as refeições são muito bem servidas, acredito que a meia pensão seja uma boa escolha. Você pode tomar um café da manhã reforçado e jantar cedo, além de não ter que se preocupar com os horários do almoço.

Como falei anteriormente, os hóspedes do Anantara Dhigu podem usufruir dos restaurantes do Anantara Veli. A maioria deles é está incluso nos pacotes de meia pensão, mas recomenda-se fazer uma reserva no começo do dia, antes do jantar.

O café da manhã acontece no Fushi Café em formato buffet. São muitas opções para todos os gostos (inclusive para aqueles hóspedes que estão acostumados com arroz e feijão no café da manhã hehe). São muitas opções de ovos, pães, frutas, doces, bolos, etc. Têm mesas internas e “pé na areia”.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Nesse mesmo restaurante são servidos jantares diariamente, também no formato buffet. Assim como no café da manhã, são muitas opções, desde vegetarianas até frutos do mar preparados de diferentes formas.

O Sea.Fire.Salt é um restaurante com vista para o mar, que se especializa em frutos do mar e serve almoço e jantar. Os hóspedes podem pedir uma bebida no bar e desfrutar de refeições ao ar livre, se o tempo permitir. O Gabriel pediu um “surf and turf” (mistura elementos do mar e da terra), formado pela combinação de lagosta e carne vermelha. Segundo ele, a melhor carne que ele já comeu na vida, em qualquer lugar do mundo.

Surf and Turf em um restaurante no Anantara Dhigu (Foto: Trip To Follow)

Surf and Turf em um restaurante no Anantara Dhigu (Foto: Trip To Follow)

O Terrazzo é o restaurante de cozinha italiana, também com vista para o mar, que serve apenas jantar. Vale a pena dedicar uma noite para ele. O restaurante é menor, bem aconchegante e fica acima do Aqua Bar.

O Aqua Bar é um bar de petiscos e pratos mais frescos que fica ao lado da piscina. Serve almoço e brunch aos fins de semana, e tem um buffet kids cortesia para os hóspedes mirins. Nós pedimos alguns sanduíches “para levar” e comemos no barco que nos levou para um passeio.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Como os hóspedes do Anantara Dhigu podem desfrutar dos restaurantes do Anantara Veli, e vice-versa, também aproveitamos para experimentar algumas delícias da ilha vizinha.

Por lá, o café da manhã é servido no 73 Degrees, no estilo buffet e com culinária internacional. Os jantares são temáticos e de diversas cozinhas. O Dhoni fica ao lado da piscina, serve sanduíches leves, petiscos e drinques.

O Origami merece destaque e, claro, sua visita. Este é o restaurante japonês que mencionamos no começo desse texto. Sem dúvidas, o melhor restaurante japonês que você vai experimentar na sua vida. É a la carte e cada pequeno combinado tem um valor, mas se você for no jantar da meia pensão, pode escolher o que quiser do cardápio. Prove o sushi de enguia! Ele abre no almoço e no jantar.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Também tem o Baan Huraa, tailandês que deixamos para conhecer na nossa última noite e vale muito a pena. Ele tem uma decoração única – como todos – e um cardápio com uma verdadeira imersão na culinária tailandesa. O restaurante abre no almoço e no jantar.

Você também pode optar por um jantar privado (dining by design), romântico e exclusivo. São experiências únicas, cobradas à parte, e que podem ser desfrutadas em qualquer lugar, inclusive durante o pôr do sol na beira do mar, ou em uma plataforma flutuante. Sem palavras.

Vale destacar que crianças de até 12 anos não pagam suas refeições no Anantara Dhigu. O Anantara Veli recebe crianças exclusivamente durante os jantares em seus restaurantes.

Passeios

Se você não quiser ficar “só” no resort, pode agendar um passeio. São várias opções e com diferentes valores.

Entre elas estão excursões de barco (sunset cruise, pescaria e avistamento de golfinhos), mergulho (de batismo até os certificados PADI), mergulho com tubarão baleia (dependendo da época do ano), mergulho com tubarão-lixa (vou falar mais detalhes no decorrer deste texto) e mergulho com manta raia (preciso muito voltar para fazer este). Veja todos os valores aqui.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Em 1998, mais de 90% dos recifes de coral rasos nas Maldivas morreram quando o El Niño aumentou a temperatura do mar em 4°C. O coral se regenerou significativamente desde que sofreu o evento de branqueamento. Entretanto, futuras flutuações de temperatura ameaçam sua sobrevivência.

O Anantara tem compromisso com a proteção do meio ambiente e, por isso, iniciou o Programa de Adoção de Corais nas Maldivas. A marca convida os hóspedes a participarem desse projeto de longo prazo, plantando corais em no viveiro de recifes e acompanhando seu crescimento com atualizações de fotos ou revisitas.

O programa de adoção do recife de coral do Anantara foi lançado em 2010 para acelerar a regeneração e fortalecer o ecossistema de recife circundante.

|Nossa experiência no Anantara Dhigu

Chegar na sua suíte das Maldivas e dar de cara com uma foto do seu casamento, que aconteceu há 3 dias, é impagável. Tudo feito com muito carinho pelo próprio hotel e pela nossa querida agente de viagem, Gerlane, da Cays Turismo. Ela foi atrás da nossa equipe de foto e vídeo do casamento (Invibe Films) e fez com que essa memória fresca estivesse nos esperando na nossa lua de mel, único.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

O check-in é o momento perfeito para você entender toda a estrutura do resort, além de marcar seus jantares e passeios. Você será recepcionado por um anfitrião que te passará absolutamente todas as opções e tirar todas suas dúvidas. Assim você não “perde tempo” durante sua estadia tentando fazer reservas ou tentando entender o hotel. Isso é perfeito!

Como primeira vez nas Maldivas, a ficha demorou a cair. Demorou para acreditar que estávamos lá, em um dos lugares mais desejados do mundo. Mas estávamos e cumprimos com nossa obrigação: curtimos cada segundo.

Nossos restaurantes já estavam pré-agendados, então nossa primeira atividade foi explorar o hotel de bicicleta. Rodamos por tudo, cada canto, cada passarela sobre a água.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Em seguida, pegamos o caiaque para passarmos algumas horas na Gulhifushi Picnic Island. Fizemos algumas imagens de drone, mas, no geral, voar drone no Anantara Dhigu é proibido para manter a privacidade dos hóspedes. Voamos após permissão e em um horário determinado.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Tudo por lá era um grande evento para nós. Mas sabe qual a melhor parte? Você não precisa se preocupar em estar arrumado para almoçar, por exemplo. Muitos restaurantes ficam pé na areia, então salto-alto fica completamente fora da mala.

Claro que nos jantares dava aquela vontade de dar uma caprichada no look. Então a dica é investir em vestidos mais arrumadinhos e muitos acessórios. Nos pés, sempre rasteirinhas ou chinelo.

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Um dos momentos mais aguardados da nossa estadia no Anantara Dhigu chegou: mergulho com tubarão-lixa (nurse shark). Por volta das 13h um barco nos aguardava para partimos por 50 minutos mar adentro. Fomos diretamente para um ponto do oceano onde esses tubarões costumam ficar.

Ainda do barco já dava para avistá-los aos montes nadando de um lado para o outro. Você mergulharia? Bom, nós mergulhamos! Confesso que a primeira afundada dá um frio na barriga. Dezenas deles nadam livremente a poucos metros de nós.

Mergulho com tubarões no Anantara Dighu (Foto: Trip To Follow)

Mergulho com tubarões no Anantara Dighu (Foto: Trip To Follow)

Preciso confessar que tomei algumas “rabadas” e dei de cara, literalmente, com um deles enquanto me distraia com o tubarão mais distante. Acredite ou não, alguns deles chegam a medir 4 metros! Experiência memorável e que custa US$ 195. Contamos tudo neste post.

Também tiramos um fim de tarde para curtir nossa villa e nossas espreguiçadeiras na praia. Constantemente um funcionário cruza a faixa de areia com um carrinho de coco. Claro que não resistimos, né!

Vista do SPA do Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Vista do SPA do Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Pegamos alguns momentos de chuva. Se sua grande preocupação for ir para as Maldivas e chover, já adianto: a cor do mar continua imbatível. Claro que tudo fica mais bonito com sol, mas não se deixe abalar com o tempo fechado. Nós conseguimos aproveitar mesmo com esses momentos sem sol.

Curtir o mar das Maldivas também é algo impagável. A temperatura é perfeita, a água é cristalina, a areia é fininha e branca e a vida marinha é surpreendente. Impossível não dedicar algumas horas curtindo esse momento.

Praia no Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Praia no Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

Outro fim de tarde foi dedicado ao SUP e uma variedade enorme de bichos que cruzaram nosso caminho enquanto remávamos, de arraia a tubarões. Aliás, é muito comum encontrar tubarões por lá. Na maioria das vezes, bem pequenos e inofensivos.

Todas as noites depois do jantar dedicávamos pelo menos uma hora procurando por eles em uma das passarelas sobre o mar do hotel. Você nunca vai se decepcionar nessa missão. A vida marinha das Maldivas é incrível.

|Informações úteis

Localização: Dhigu Island
Categoria: Luxo
Check-in: 14:00
Check-out: meio dia
Aceita crianças aceita sem restrição de idade
Capacidade: 110 villas de praia e suítes sobre as água

Anantara Dhigu, nas Maldivas (Foto: Trip To Follow)

|Seguro Viagem e chip de celular

Alguns países exigem um Seguro Internacional, mas recomendamos que você tenha um mesmo para os destinos onde não existe a obrigatorieade.

Um seguro viagem pode sair mais barato do que você imagina. Nós recomendamos e sempre fechamos com a SegurosPromo. Clique aqui e faça uma cotação (use o código TRIPTOFOLLOW5 para 5% de desconto).

Ter um chip de celular durante uma viagem internacional é uma mão na roda. Dá para sair do avião já conectado! Nós recomendamos e sempre usamos o chip da SimPremium (use o código para 10% de desconto).

Assista aos nossos stories das Maldivas: Maldivas I e Maldivas 2

Quer organizar sua viagem para Dubai? Entre em contato com a Cays Turismo e apresente o código #TTF! Eles organizaram toda nossa viagem e foi incrível!

Veja mais fotos na galeria abaixo:

#jtg-54322 .item { background-color:#000000; }#jtg-54322 .item:hover img { opacity: 0.5; }#jtg-54322 .item .jtg-social a { color: #ffffff }#jtg-54322 .item .caption { background-color: #ffffff; }#jtg-54322 .item .figc { color: #ffffff;}#jtg-54322 .item .figc .description {font-size: 14px; }#jtg-54322 .item .figc h2.jtg-title { font-size: 16px; color: #ffffff; }#jtg-54322 .item { transform: scale(1) translate(0px,0px) rotate(0deg); }#jtg-54322 .items { width:100%; height:800px; }#jtg-54322 .items .figc p.description { color:#ffffff; }

jQuery(‘#jtg-54322’).modulaGallery({margin: 10,enableTwitter: true,enableFacebook: true,enablePinterest: true,enableGplus: true,randomFactor: 0.5,});jQuery(function () {});

O post Anantara Dhigu: como é se hospedar no resort de luxo nas Maldivas apareceu primeiro em Trip to Follow.