Pular para o conteúdo

Hospede-se em uma cabana na Serra da Mantiqueira, SP

Hospede-se em uma cabana na Serra da Mantiqueira, SP

As vezes é necessário buscar uma fuga não tão longe de casa para dar uma pausa no dia a dia acelerado. Foi o que fizemos quando decidimos passar alguns dias no Sítio das Pedras Serrano, (@sitio_das_pedras_serrano no Instagram) em São Bento do Sapucaí.

A cabana aconchegante, de madeira e vidros, tem a natureza valorizada já que ela a rodeia 356 graus. A lareira aquece o cantinho durante a noite, quando a temperatura tende a cair.

A cabana na Seera da Mantiqueira é pequenininha, tem apenas um quarto, um banheiro (com vista também), uma copa com microondas, frigobar abastecido com tudo que você precisa para ter um café da manhã lá mesmo, na mesa da sacada ou em uma das redes penduradas do lado de fora.

Café, água, leite, pão queijo, sucos, frutas, geleias, manteiga e até uma mini Chandon, oferecida como cortesia assim que você chega ao local. Pratos, taças, talheres guardanapos também ficam disponíveis.

Parece um lugar de paz, de cheiro de mato… E é! A pedra do Baú à direita da cabana divide espaço com outras imponentes pedras e montanhas. Não poderia ter lugar mais romântico não tão longe de casa para alguns dias a dois.

Sítio das Pedras Serrano (Foto: Trip To Follow)

Sítio das Pedras Serrano (Foto: Trip To Follow)

|Nossa experiência

Por enquanto existe apenas uma cabana por lá. Há previsões de construírem mais algumas, mantendo a privacidade e identidade da primeira e de tudo que já é oferecido.

A cabana divide um vasto espaço de 30 mil metros quadrados com a casa dos proprietários, Attila e Regina, que vivem lá em uma casa daquelas que nos fazem querer largar tudo e construir uma igual.

Sítio das Pedras Serrano (Foto: Trip To Follow)

Sítio das Pedras Serrano (Foto: Trip To Follow)

Assim que os hóspedes chegam, eles os recepcionam com um chá ou café, muitas dicas da região e até indicam possíveis aulas de ioga nas redondezas, por exemplo.

Além disso, é quase impossível resistir aos dois outros anfitriões: os dois cachorros, Ted e Bob. Duvido você não se apaixonar.

A recepção calorosa indica como será a experiência nos outros dias. Se você quiser ficar todos os dias por lá, ótimo. Há muito o que fazer sem sair do sítio. Se quiser passear, opções não faltam (vou dar algumas dicas abaixo).

Sítio das Pedras Serrano (Foto: Trip To Follow)

Sítio das Pedras Serrano (Foto: Trip To Follow)

Se a ideia é deixar o carro de lado, aproveite a cachoeira, o lago, os decks para sol ou as várias áreas criadas para quem quer relaxar. Uma rede na beira do rio não é má ideia.

Caminhar por lá também é uma delícia. O que antigamente era um gramadão virou uma área repleta de árvores, flores e plantas das mais variadas espécies. O Atilla provavelmente vai te levar para colher bananas para comer na hora.

Se você quiser, pode despertar com o amanhecer ao não fechar as janelas de vidro com a camada de madeira. E se der sorte a neblina vai cobrir parte das montanhas e deixar o cenário ainda mais impressionante.

Casa dos anfitriões (Foto: Trip To Follow)

Casa dos anfitriões (Foto: Trip To Follow)

É verdade quando dizem que o tempo passa mais devagar por lá. Bom que o dia rende e dá para se desconectar e curtir perfeitamente a folga.

A cabana tem uma cama queen, aquecedor (além da lareira), um deck com pergolado, tomadas USB e banheiro completo com secador de cabelos, shampoo, condicionador, sabonete e toalhas. Há também uma cesta de piquenique com todos os utensílios necessários para você achar um cantinho em qualquer lugar do sítio e ter uma refeição especial.

Sítio das Pedras Serrano (Foto: Trip To Follow)

Sítio das Pedras Serrano (Foto: Trip To Follow)

Para deixar a experiência ainda mais completa, Regina e Attila, que é descendente de húngaros, se planejam para oferecer jantares especiais com a culinária do país do leste europeu aos hóspedes. Assim, em breve vão poder se juntar à eles na mesa da casa principal ou então receber o jantar quentinho na própria cabana.

|Onde fica

O Sítio das Pedras Serrano fica em São Bento do Sapucaí, no estado de São Paulo, muito perto de Minas Gerais, na Serra da Mantiqueira, Região Vale do Paraíba. Fica cerca de 350 km do Rio de Janeiro e 200 km de São Paulo. Compreende uma área de 279 km², dividindo em perímetro urbano e rural, com uma população de pouca mais de 10 mil habitantes.

São Bento do Sapucaí é vizinha da famosa Campos do Jordão, mas não lembra em nada a disputada cidade queridinha dos turistas durante o inverno. Tem um centrinho charmoso, mas é famosa pela sua natureza exuberante e pelos atrativos oferecidos por ela.

A forma mais fácil para chegar até São Bento do Sapucaí a partir de São Paulo é de carro (trajeto que fizemos), é pelo Sistema Ayrton Senna-Carvalho Pinto/SP-070, em uma viagem que dura cerca de 3 horas.

Sítio das Pedras Serrano (Foto: Trip To Follow)

Sítio das Pedras Serrano (Foto: Trip To Follow)

|O que fazer

Complexo da Pedra do Baú

O Complexo da Pedra do Baú é um dos destaques da região e reúne a Pedra do Baú – dá para ver da cabana -, Bauzinho e Ana Chata.

A estrada que liga o Sítio das Pedras Serrano à trilha da Pedra do Baú está em perfeitas condições, é cinematográfica, com curvas fechadas e muito verde. No caminho você vai encontrar alguns belos visuais como os das cachoeiras dos Amores e Toldi.

A Trilha do Baú é a que pede mais tempo e preparo físico. Você provavelmente terá que dedicar um dia inteiro a ela. A Trilha da Ana Chata é moderada, tem 3,8 km de extensão e pode ser percorrida em aproximadamente 2 horas.

A menor delas é a Trilha do Bauzinho e a que escolhemos fazer. Dela você tem uma vista impressionante da Pedra do Baú. A caminhada não dura mais que 20 minutos, mas você pode prolongá-la e ir até um ponto mais alto, porém mais perigoso. Caso seja sua escolha, dedique pelo menos 1h30 para ir e voltar.

Trilha do Bauzinho (Foto: Trip To Follow)

Trilha do Bauzinho (Foto: Trip To Follow)

Artesanato local

O Bairro do Quilombo reúne alguns famosos do artesanato local como o Atelier Ditinho Joana, que tem obras entalhadas em pedaços inteiriços de madeira, e o Espaço Arte no Quilombo, com obras de quase 80 artesãos locais que trabalham com palha de bananeira, de milho e bambu.

Capelas de mosaico

Duas capelas pequenininhas, mas muito charmosas chamam a atenção em São Bento do Sapucaí. Elas foram revitalizadas em 2008 por dois artistas, Ângelo Milani e Claudia Villar, que a transformaram em verdadeiras obras de arte.

O casal usou vários materiais que guardaram por cerca de 10 anos e produziram mosaicos coloridos no exterior e interior dessas capelas. Nós conhecemos apenas a que fica na Estrada do Paiol Grande (Rodovia Prefeito Benedicto Gomes de Souza), em direção à Pedra do Baú.

Capela de mosaico (Foto: Trip To Follow)

Capela de mosaico (Foto: Trip To Follow)

|Preço

A diária na cabana do Sítio das Pedras Serrano custa R$ 440 para o casal, com todos os itens do café da manhã inclusos, além de todos os atrativos de lá (cachoeiras, lago, etc).

Seguidor Trip To Follow tem desconto especiais. Quando você for fazer a reserva pelo Airbnb (clique aqui para reservar), deixe uma mensagem para os anfitriões dizendo que conheceu a cabana através de nós! 🙂

Veja mais fotos na galeria abaixo:

#jtg-40753 .item { background-color:#000000; }#jtg-40753 .item:hover img { opacity: 0.5; }#jtg-40753 .item .jtg-social a { color: #ffffff }#jtg-40753 .item .caption { background-color: #ffffff; }#jtg-40753 .item .figc { color: #ffffff;}#jtg-40753 .item .figc .description {font-size: 14px; }#jtg-40753 .item .figc h2.jtg-title { font-size: 16px; color: #ffffff; }#jtg-40753 .item { transform: scale(1) translate(0px,0px) rotate(0deg); }#jtg-40753 .items { width:100%; height:800px; }#jtg-40753 .items .figc p.description { color:#ffffff; }

jQuery(‘#jtg-40753’).modulaGallery({margin: 10,enableTwitter: true,enableFacebook: true,enablePinterest: true,enableGplus: true,randomFactor: 0.5,});jQuery(function () {});

O post Hospede-se em uma cabana na Serra da Mantiqueira, SP apareceu primeiro em Trip to Follow.