Pular para o conteúdo

5 apostas sobre o futuro das tecnologias

5 apostas sobre o futuro das tecnologias

A equipe do Radioatividade fez um pedido difícil, quase um desafio: fazer algumas previsões sobre tecnologia. As produtoras do programa, Giulia e Marcella, decidiram propor esse desafio inspiradas pela lista de previsões do Bill Gates. Na década de 90 ele apontou algumas situações que estariam no nosso cotidiano. E não é que o cara acertou?!

Mas ele é o Bill Gates…o que eu vou fazer aqui é mostrar cinco cenários do mundo da tecnologia que estão engatinhando e que, provavelmente, vão invadir nossas vidas daqui alguns anos.

Computadores Vestíveis

VESTIVEISOs computadores vestíveis são uma realidade. Relógios inteligentes, pulseiras, óculos…são alguns dos acessórios que receberam o toque mágico da tecnologia e ganharam chips e conexões com o resto do mundo. O que está sendo estudado agora é como transformar alguns tipos de tecido em telas sensíveis ao toque.

Já imaginou manter a mesma interação que você tem com o seu smartphone só que com a sua jaqueta, por exemplo? Nos próximos anos, com o avanço da Internet das Coisas, vamos perceber uma invasão cada vez maior dos computadores vestíveis em nossas vidas. Facilitando ou complicando ainda mais as coisas…

Inteligência Artificial

INTELIGENCIA ARTIFICIALTudo aquilo que os filmes mostram pra gente sobre interação com robôs, computadores que nos entendem e conversam conosco (alguém aí pensou no Jarvis, do Homem de Ferro?) vai se tornar realidade dentro de alguns anos. Tire dessa afirmação toda a magia do cinema, por favor. A realidade é que as pesquisas sobre inteligência artificial têm quase um século e só mais recentemente é que os avanços significativos começaram a ser feitos.

Podemos supor, então, que daqui alguns anos os assistentes pessoais que temos hoje em nossos smartphones e computadores (Siri, Google Now e Cortana) terão sucessores. Mais inteligentes e com a capacidade de captar as nossas emoções e compreender nossas necessidades. Aqui mesmo no Tech News você assistiu à entrevista com o Rico Malvar, cientista-chefe da Microsoft, que explicou como isso será possível.

Saúde

SAUDE TECNOLOGIATodos os dias nós geramos uma quantidade enorme de dados. As informações são armazenadas e utilizadas por empresas que exploram esse conhecimento em forma de publicidade. O Big Data tem sido cada vez mais utilizado no mundo dos negócios, mas o potencial para beneficiar a sociedade de outras formas é enorme. Um exemplo está na saúde.

Com o cruzamento e a análise dos dados gerados pela população é possível prever epidemias, mapear o desenvolvimento de doenças, saber com antecedência se um paciente está susceptível a alguma enfermidade ou simplesmente fornecer informações diárias para o seu médico de confiança.

Por enquanto ainda são poucos os países que exploram as possibilidades do Big Data na área da saúde. O que existe hoje são alguns aplicativos como o Health Kit, do iOS, que criam uma experiência reduzida do que seria a análise de dados da área da saúde. Em alguns anos a tendência é que os custos sejam menores, a penetração das tecnologias maior, fazendo com que a popularização aconteça. A ciência de dados vai ajudar a prevenir doenças.

Internet das Coisas

SMART CITY

Estive recentemente em um evento em São Paulo que demonstrou como a Internet das Coisas está presente em nosso cotidiano, em pequenas situações, e nós não percebemos. Desde o monitoramento de um prédio (elevadores, sistemas de emergência, consumo de energia, etc) até a aplicação da tecnologia para monitoramento e coleta de dados em estufas (sim, estufas!). Acontece que, embora também já seja uma realidade, daqui a alguns anos a Internet das Coisas vai se tornar algo ainda mais evidente.

Um exemplo? Uma cidade inteiramente monitorada pode ter resultados muito melhores em diversas áreas. Economia de energia e água, reaproveitamento de resíduos, menos congestionamento, maior eficência no investimento de recursos, já que o mapeamento das necessidades em diferentes áreas será mais fácil.

Daqui alguns anos teremos exemplos de cidades conectadas ou inteligentes. Infelizmente (e essa é uma previsão que eu torço que não se confirme) ainda vai demorar muito, muito mesmo, para que tenhamos uma experiência como essa aqui no Brasil. Mas podemos torcer…

Nanotecnologia

NANOTECNOLOGIAEssa é uma área que infelizmente eu conheço pouco. No entanto, a nanotecnologia é apontada por alguns como a tecnologia do séc. XXI. A abrangência das pesquisas na área passa por setores como cosméticos, informática, medicina, etc.

A nanotecnologia basicamente é uma área da ciência que estuda a composição das células para transforma-las em novos materiais.

Algumas das apostas para o futuro incluem a fabricação de nano-robôs que poderão ser injetados na corrente sanguinea de um paciente para a realização de pequenas cirurgias ou simplesmente para monitorar a saúde de alguém. Outra projeção, esta para apenas daqui algumas muitas décadas, é a utilização da nanotecnologia para criar uma espécie de consciência híbrida, um ser-humano metade homem metade robô. Isso envolveria nanotecnologia e inteligência artificial, algo que hoje nós podemos dizer que é quase ficção científica.

Comentários

comments

%d blogueiros gostam disto: