Pular para o conteúdo

Sociedade Brasileira de Cardiologia promove aula sobre atenção primária ao hipertenso e diabético em tempos de pandemia

No Brasil, todos os anos, as doenças cardiovasculares são responsáveis por mais de 30% das mortes. Atualmente, a pandemia de Covid-19 alerta que portadores de comorbidades associadas a essas enfermidades podem ter mortalidade de três a quatro vezes maior que outros pacientes. Quem sofre de  hipertensão arterial têm o risco de morte aumentado.

Diante deste cenário, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) realiza nesta terça-feira, 5 de maio, às 10h30, no formato de webinar, a primeira aula do projeto Cuidando do Coração, em parceria com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). O tema será “Atenção primária ao paciente com hipertensão e diabetes em tempos de pandemia”.

O objetivo do projeto é promover a educação médica continuada na qualificação das equipes de saúde dedicadas à atenção primária de municípios brasileiros nos assuntos relativos à prevenção das doenças cardiovasculares, por meio de abordagem multiprofissional e utilização de plataforma digital de ensino a distância.

“ Ações voltadas à atenção primária provocam impactos positivos à prevenção de doenças cardiovasculares e também em relação ao manejo de pacientes crônicos”, explica o presidente da SBC, Marcelo Queiroga.

O conteúdo da videoconferência foi estruturado e produzido pela SBC, com validação prévia do Conasems, e será transmitido ao vivo online pela Sociedade, com possiblidade de interação com o público e acesso posterior ao material veiculado.

Participarão deste primeiro webinar, além de Queiroga, José Francisco Kerr Saraiva, cardiologista, professor da PUC-Campinas e diretor de Promoção de Saúde da SBC; Andréa Brandão, professora da UERJ e diretora da SBC; e Karla Melo, endocrinologista e diretora de Atenção Básica da Sociedade Brasileira de Diabetes.