Pular para o conteúdo

Faça do Tomate uma limonada

Faça do Tomate uma limonada

Tomate, não sei qual é o seu nome. Mas torço para comentar vários jogos seus. E quero te chamar de Tomate. Primeiro pelo sabor espetacular do fruto. E também por eu amar apelidos no futebol.

Fui goleiro de quase todos os esportes com goleiro. E fui dos mais espertos. Sabia minhas muitas limitações. Nunca quis ser o que você está tentando pelo Andirá do Acre. Estado de onde também veio numa Copinha um goleiro chamado Weverton.

Mas, Tomate, eu quero falar de você. Da sua grande atuação contra o Atlético Mineiro. Do seu choro quando substituído na hora do pênalti. Convertido pelo Galo. Compreensível pela atitude do seu treinador.

Grandes goleiros já foram trocados por reservas melhores para catar penais. Mas sempre em disputas de pênaltis. Não com a bola rolando.

Eu não teria feito a mudança. Mas quem sabe é o seu treinador. E quem sabe a sua bela atuação seria mais rapidamente esquecida não fosse sua frustração tão raiz quanto tomate.

Cabeça pra cima. Mas sem elevar o queixo. Bola pra frente. Para levar outras boladas pela vida.

Tem muito jogo ainda. Muita penalidade. Até as máximas. Mas tem a nossa torcida para que você continue sentindo sempre tudo.

Se o jogo te der um Tomate, faça dele uma limonada.