Pular para o conteúdo

A pior final – 0 x 0 em Itaquera

A pior final – 0 x 0 em Itaquera

 

Meu palpite no bolão da firma era um zero a zero tecnicamente fraco. Derby chato. Mas foi ainda pior. Como o pior Paulistão que já vi. E não apenas pela parada que afeta a qualidade do jogo.

Clássico sem público, sem graça, sem futebol, sem ousadia, sem alma. Fora uma desnecessária treta aos 41 minutos entre Vital e Roni, nem isso teve. Raphael Claus foi bem. A entrara dura de Jô em Gomez para mim era para amarelo. Laranja no máximo.

Mas o jogo foi mesmo bege. Off-white. Descolorido.

Primeiro tempo diferente dos últimos Derbys em que o Corinthians foi bem melhor (ou bem mais vitorioso) do que o Palmeiras. O Timão foi ligeiramente superior nos 45 minutos iniciais de nível inferior. Teve mais chances (3 x 2). Mas nem tantas.

Mas ainda assim pouco futebol. Normal para uma decisão sempre nervosa. E ainda mais para um SP-20 carecente.

O Palmeiras até foi melhor no tempo final. Teve uma falta de Bruno Henrique bem defendida por Cássio, als 25, e um tiro perigoso de Willian aos 28.

Mas foi muito pouco. Ainda assim muito mais do que o Corinthians que não chegou à meta de Weverton na segunda etapa. Nenhuma chance alvinegra em todo o segundo tempo que fedia à empate. E deixou mesmo um mau gosto de um futebol desgostoso.

A final segue aberta. O Palmeiras ainda tem mais time, elenco, futebol e chances.

Mas depois de partida tão pálida, novo empate que levaria aos pênaltis não pode ser descartado.

O que não pode é ser outro clássico tão ruim.

O Derby não pode ser só isso.