Ontem, em Los Angeles, o juri concluiu que a cantora americana Katy Perry plagiou uma música de rap cristã em seu sucesso de 2013, Dark Horse. Hoje a corte determina o valor da indenização a ser paga pelo plágio.

O plágio diz respeito a canção Joyful Noise, de Flame, cujo nome real é Marcus Gray, lançada em 2008. Ouçam o trecho instrumental de 16 segundos que aparece logo no começo da faixa:

E agora ouçam Dark Horse a partir de 0:20. Bem parecido não é? Katy disse que nunca tinha ouvido a música do artista antes. Que conheceu os beats quando seu produtor, Dr Luke ( sim, aquele do rolo com a Kesha) lhe mostrou em estúdio, e ela apenas escreveu a música.  a cantora responderá pelos danos assim como os co-autores da faixa Dr. Luke e o rapper Juicy J.

A faixa de Flame não é desconhecida. A música estava em um LP indicado para um Grammy Award de melhor álbum de rock ou rap gospel. Outro ponto argumentado por Gray em tribunal é de que como artista evangélico cristão, acabou prejudicado pela popularidade do clipe da música de Perry, que envolve o que ele descreve como “feitiçaria anticristã, paganismo, magia negra e imagens Illuminati”.

 

 

Multidão se despede de exposição de Tarsila do Amaral no Masp Neymar não será indiciado por acusações de estupro e agressão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.