A saga de Velozes & Furiosos começou em 2001, contabiliza oito filmes, e desde então acumula grana, ótimas bilheterias e até atração em parque de diversão. A história da gangue que pilotam carrões, pontuada por stunts incríveis, trilhas eletrizantes e personagens adorados pelo público ainda sofreu a perda de uma de suas estrelas, Paul Walker. Nos primeiros filmes era dele e de Vin Diesel o protagonismo da história. Paul Walker morreu em 30 de novembro de 2013, aos 40 anos, num acidente de carro no sul da Califórnia.

Agora, a saga bifurca. O lançamento dessa quinta é de um spin-off da trama principal, elevando à protagonistas personagens já apresentados durante a franquia, Dwayne “The Rock” JohnsonJason Statham.

Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw chega aos cinemas fazendo de antigos inimigos,  Luke Hobbs (interpretado por Dwayne Johnson) e Deckard Shaw (personagem de Jason Statham) agora parceiros. Eles terão de unir forças para enfrentar, vejam só: um vilão mal intencionado que oferece uma ameaça biológica perigosíssima ao nosso mundão, interpretado por Idris Elba. Para ajudar os meninos, temos ainda a agente do serviço secreto britânico interpretada por Vanessa Kirby, que é também irmã de Shaw.

Importante saber que, em breve, sob a batuta de Vin Diesel, teremos o Velozes e Furiosos 9 e que será também do ator a produção de outro derivado de Velozes, focado nas personagens femininas. Falou-se muito sobre desentendimentos entre Diesel e The Rock quando estavam filmando juntos… Agora, cada um para o seu lado, o dinheiro flui em dois caminhos, não é mesmo?

O filme francês A Última Loucura de Claire Darling tem como protagonista Catherine Deneuve. A história é a adaptação de um romance da escritora americana Lynda Rutledge, que trata de uma mulher rica que resolve se desfazer de uma série de objetos decorativos numa venda de garagem. Chiara Mastroianni interpreta a filha de Deneuve. Cada peça reserva um trecho da história da vida dessa mulher que sabe que logo vai morrer. Eles são vividos na tela em fash backs.

Fechando as dicas de hoje com um documentário que talvez seja difícil de encontrar nas salas de cinema, mas que reserva uma história bastante interessante para nós, brasileiros. Bloqueio foi feito a quatro mãos, o diretor francês Quentin Delaroche e a brasileira Victória Álvares. Em foco está a greve dos caminhoneiros em maio de 2018, recente, vivida por nós e que de cara teve como efeito imediato o abastecimento de produtos em todo o país. Entre entrevistas, imagens e construções, o documentário mapeia o sentimento dos manifestantes, o desejo de mudança, as descrenças, a esperança de mudança e por parte de alguns, a aposta no militarismo como saída.

Saiu o trailer do novo filme de Martin Scorsese para a Netflix Woodstock 50 é cancelado, mas apresentação no local original do festival segue viva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.