Aconteceu nesta segunda o tradicional almoço que reúne os indicados à mias popular premiação do cinema mundial, o Oscar. Estavam por lá Ryan Gosling e Emma Stone, protagonistas do musical La La Land (indicado a 14 categorias), a atriz francesa Isabelle Huppert, indicada como melhor atriz por Elle, Viggo Mortensen, que concorre como melhor ator por Capitão Fantástico e Viola Davis, a provável vencedora na categoria de atriz coadjuvante por Um Limite Entre Nós.

A presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, Cheryl Boone Isaacs, tocou na polêmica das medidas de Trump, que  além de proibirem a entrada no país de refugiados, também impedem a entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana. O decreto afetou, por exemplo, o diretor iraniano Ashghar Farhadi, que já venceu um Oscar de filme em língua estrangeira ( A Separação) e concorre este ano por O Apartamento. Cheryl falou sobre liberdade de expressão e união da classe:

“Hoje celebramos vocês, seu trabalho e suas conquistas, mas cada um de nós sabe que há algumas cadeiras vazias neste salão, o que fez dos artistas da Academia ativistas”

“Há uma luta hoje sobre a liberdade artística que parece mais urgente que em qualquer outro momento desde os anos 1950”

“Estamos aqui para apoiar os artistas do mundo, estamos aqui para encarar aqueles que tentam limitar nossa liberdade de expressão e para dar apoio a um princípio fundamental: que todos os artistas criativos ao redor do mundo estão conectados por um vínculo inquebrantável e mais poderoso que a nacionalidade e a política. E assim como nosso trabalho não para em fronteiras, as fronteiras não devem ser permitidas a parar qualquer um de nós””

A cerimônia do Oscar acontece em 26 de fevereiro.

Ex amigos: Saiba o que aconteceu entre Trump e Kanye West Samantha! É a nova produção brasileira da Netflix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.