Vocês devem ter cruzado com o vídeo feito por passageiros da United, que se viram na seguinte situação:

Com o voo lotado, aquele overbooking básico que muita gente já teve que enfrentar,  e com a demanda da United de embarcar quatro funcionários, foi pedido que o mesmo número de passageiros se voluntariasse para abandonar o avião, mediante a um pagamento compensatório. Pois ninguém aderiu e eles resolveram fazer um sorteio… 3 dos  escolhidos abandonaram a aeronave, mas o quarto passageiro, um médico que teria de atender em consultório no dia seguinte, não saiu do seu lugar.

E foi aí que este passageiro foi forçado a abandonar o avião, sendo arrastado e agredido.

O Departamento de Segurança Aérea de Chicago anunciou que um dos agentes envolvidos foi colocado em “baixa administrativa” (suspenso). Segue uma investigação interna do ocorrido. Vejamo v[ideo da volta do passageiro, ensanguentado:

E como se não bastasse esse terror, o CEO da empresa, apensar de publicamente apresentar um pedido de desculpas e prometer colaborar com as autoridades na investigação do caso, emitiu uma carta aos funcionários alá a primeira carta de José Mayer. No e-mail privado, revelado pela Associated Press, Oscar Muñoz credita a culpa ao cliente, que teria desafiado os oficiais de segurança do voo.

 

 

“Querido Time, como vocês, eu também me incomodei ao ver e ouvir o que aconteceu ontem à noite a bordo do United Express 3411, de Chicago para Louisville. Enquanto os fatos e circunstâncias estão sendo analisados, especialmente a razão pela qual esse cliente desafiou os oficiais da Segurança de Voo de Chicago da maneira que o fez. Para dar uma ideia forneço trechos de depoimentos de nossos funcionários.

Como verão, a situação infelizmente saiu do controle após um passageiro, quando solicitamos educadamente que saísse da aeronave, recusou nos obrigando a chamar a chamar oficiais da Segurança de Vôo de Chicago. Nossos profissionais seguiram os procedimentos para lidar com situações como essa.

Ao mesmo tempo que lamento profundamente esta situação, enfaticamente me coloco ao lado de vocês e insisto que a gente faça todos os esforços possíveis para voar do jeito certo. Ainda assim, compreendo que existam lições a serem aprendidas e estamos olhando em detalhe as circunstancias deste incidente.

Tratar nossos clientes com respeito e dignidade está no centro do que somos e devemos lembrar disso sempre, por mais desafiadora que seja a situação.

Oscar”

Eita, Ed Sheeran. Plágio? OITNB: 3 dias que definirão os destinos das detentas, com direito a teaser

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.