Vocês bem se lembram do episódio de overdose pelo qual passou Demi Lovato em 24 de Julho. O TMZ inicialmente tinha dito que a overdose teria sido provocada por heroína, e depois voltou atrás dizendo apenas que o episódio foi revertido com a administração da medicação Narcan, usada para casos de abuso de opioides.

Agora, o site especula sobre qual seria a droga usada pela cantora naquela madrugada. Eles dizem que depois de uma noite de festas, as 4 horas da manhã,  a cantora chegou chamou um traficante que já estava lhe vendendo drogas desde abril por mensagem de texto. Ele foi até a casa dela e eles fumaram oxicodona, um opioide que age como a morfina.

Acontece que esse tal traficante já seria um velho conhecido da polícia. O TMZ dá até o nome do cara Brandon Johnson, que foi inclusive preso um mês antes do ocorrido com a cantora, com drogas e armas. O traficante também é conhecido por comercializar drogas vindas do México, e chamadas sujas, por misturarem outros ativos ao principal. Segundo o TMZ, dentro da droga que ela usou, além de oxicodona existia também fentanil, a mesma substância que causou a morte de Prince em 2016, um opiáceo utilizado como analgésico.

O traficante percebeu que a cantora estava com a respiração pesada, e deixou a casa. Mais tarde ela foi encontrada por gente da sua equipe.

Demi Lovato segue se tratando em uma clínica de reabilitação e anunciou o cancelamento da turnê do disco Tell Me You Love Me (2017), que inclusive passaria pelo Brasil em novembro.

 

Quem pode interpretar um personagem gay? Lennon e McCartney juntinhos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.