O que dizer? Como chorar essa perda? Foi anunciado que a 17ª edição do Big Brother Brasil, em janeiro, não será apresentada pelo nosso amado, querido e maravilhosos poeta Pedro Bial… O novo apresentador será Tiago Leifert . Como assim? Será que Leifert sabe rimar?

A felicidade só me bateu depois de saber que nosso amado capitão, depois de 14 anos no comando do reality, ganha agora um talk-show nas madrugadas da Globo. Será ele, e não Adnet, quem substituirá Jô Soares. Ainda sem nome, o Show do Bial, ou o Bial At Night, ou o B de Bial, ou o Papo com Bial está sendo desenvolvido pelo apresentador e sua equipe, com estreia prevista para abril.

jo-soares-manda-o-famoso-beijo-do-gordo

Sabemos que vamos ter muito mais do nosso amado trovador, que estará no ar de segunda a sexta-feira, ali naquela lugarzinho do Programa do Jô, que dirá tchau em dezembro deste ano.

gif-leifert_vivo2

Agora, sorte mesmo tem o Leifert, que deixará de apresentar o É de casa. A última participação acontecerá neste sábado, dia 27, ao vivo. Não sei porque, mas eu vejo o Liefert como uma espécia de Ryan Seacrest… As apostas são de que ele siga no comando do The Voice Brasil, que retorna em outubro… Agora só falta rolar um tapete vermelho.

giphy (1)

Vamos relembrar Bial, ainda um pouco desconfortável na primeira edição do reality, em 2002, , naquela dupla improvável com Marisa Orth:

E a tradução do texto do filtro solar? Que grande momento:

VALEU!

Agora vai o texto do Ricardo Arcon, que lemos solenemente no Morning Show. 

“Ah, Bial… Quantas guerras você já venceu, sem nunca ter se escondido sob a trincheira da covardia. Você estava lá quando o Muro de Berlim começou a virar pó, quando João Paulo Segundo partiu dessa para melhor, quando o Golfo Pérsico derreteu em meio a bombas que reluziam no ar como se fossem cometas psicodélicos. Na moral, você é o senhor do seu destino e fez da vida uma obra de arte que culminou numa das maravilhas do mundo pós-moderno: o BBB. Três letrinhas, três tigres tristes, um limão, meio limão… Eram os deuses astronautas? Ou apresentadores de televisão? Ninguém sabe. Afinal de contas, o passado, o presente e o futuro são brilhos eternos de uma mente sem lembrança. E você, Grande Irmão Bial, com suas camisetas básicas, suas camisas abarrotadas, com seu sorriso largo, com seu grisalho de fazer inveja a George Clooney, jamais sairá de nossa lembrança. Vôe alto, Pedrinho. Vem apresentar o seu talk show aqui fora!”

 

 

Justiça: minissérie da Globo para viúvos de Verdades Secretas Pra precisava ser bidu para saber... Ben Hur não foi bem de bilheteria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.