Todos esperávamos o pronunciamento do diretor Quentin Tarantino, que trabalhou e muito com Harvey Weinstein, centro de uma série de denúncias de abuso e assédio sexual. Foi o produtor quem distribuiu Cães de Aluguel, em 1992, e a dupla ainda trabalhou junta em Pulp Fiction, Kill Bill, Bastardos Inglórios e Os Oito Odiados.

Tarantino admitiu que por décadas soube dos abusos sexuais cometidos pelo produtor e que se sente envergonhado por não ter feito nada a respeito.

“Sabia o suficiente para ter feito mais do que fiz”

Para o The New York Times ele confirmou:

“Eu sabia o suficiente para fazer mais do que fiz. Havia mais coisas do que os rumores normais, a fofoca normal. Não era algo que eu ouvia de outras pessoas. Eu sabia que ele tinha feito algumas dessas coisas. Eu gostaria de ter me responsabilizado pelo que ouvi. Se eu tivesse feito o que deveria ter feito, teria que deixar de trabalhar com ele.”

“O que fiz foi minimizar os incidentes”

“Qualquer coisa que eu disser agora soará como uma desculpa barata”

Tarantino disse que sabia das acusações contra o produtor bem antes de saírem na imprensa. Mira Sorvino, que inclusive foi sua namorada, teria lhe contado sobre “toques não desejados”, perseguição em um quarto de hotel e ainda narrado um episódio em que o produtor apareceu de surpresa em seu apartamento no meio da noite. Tarantino disse que ficou “chocado e abalado”, mas que achou que aquele caso era algo isolado  em que Harvey estaria obcecado pela atriz:

“Eu não acreditava que ele faria essas coisas de forma tão aberta. Fiquei tipo: ‘Sério? ‘”

Tarantino também sabia que Rose McGowan fechou acordo financeiro, recebendo 100 mil dólares para não falar sobre o estupro sofrido durante o festival de cinema de Sundance, de 1997, quando a atriz tinha 23 anos.

A polícia de Los Angeles anunciou a abertura de uma investigação contra Weinstein pela suspeita de um abuso sexual ocorrido em 2013, mais um caso que faz parte da montanha de denúncias que tem sido apresentadas contra o produtor.

O fundador da Playboy, na capa da Playboy Justin Timberlake retorna ao show do intervalo do Super Bowl

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.