Quanta coisa pode acontecer em 24 horas! Comecemos por Harry Styles, que anunciou novas datas da sua primeira turnê como artista solo e inclui passagem pelo Brasil. A turnê mesmo tem início em setembro, e agora com estas novas confirmações, segue com shows em março do ano que vem na Europa, Japão, América Latina e fechando com uma série de apresentações pelos Estados Unidos.

Por aqui as apresentação rolam no Rio de Janeiro( 27/05), na Jeunesse Arena e em São Paulo (29/05) no Espaço das Américas. Os dois shows contarão com abertura de Leon Bridges e os ingressos poderão ser comprados já a partir do próximo dia 16 de junho.

/ / MORE.TOUR / /

Uma publicação compartilhada por @harrystyles em

Katy Perry passou o dia trendando com o lançamento de seu novo álbum. Witness tem uma capa maravilhosa. Aliás, um acerto incontestável é a qualidade visual dos clipes e do material gráfico relacionado a este novo álbum.

‪#WITNESS IS OUT NOW EVERYWHERE❗️-Team Katy‬ (link in bio)

Uma publicação compartilhada por KATY PERRY (@katyperry) em

O sucessor de Prism , de 2013,  tem as ótimas e já conhecidas Chained to the Rhythm e Swish Swish, além de Bon Appétit. Todas as faixas contam com participações de outros artistas: Skip, Marley,Nicki Minaj e Migos.

O álbum começa com a refrãozera eletrônica e dançante de Witness. Ninguém pode negar que Katy tá mesmo tentando fazer um som diferente, sem perder a verve pop. Na sequência Hey Hey Hey manda uma batida quebrada com base mais pesada, a letra? Girl power. Roulette vai naquela crescente explosiva, cheia de synths vintage, é pra rebolar na pista. Swich Swich ainda é minha preferidas, e pra mim vem espertamente seguida por Déjá Vu. Serio que dá pra dançar a noite toda com esse álbum? Em Power a gente vê uma versão The Weekend low tempo da garota ( pode ser que nessa hora você pare de dançar e vá buscar um drink). É quando chegamos na mais experimental, Mind Maze. Não, não amei essa não. Vamos ver se retoma vibe pop em Miss You More… Ainda não. É vez de falar de amor perdido, lembrando que “sinto mais sua falta do que te amei.” Chegamos em Chained To The Rhythm , que hino pop! Mais uma faixinha experimental em Tsunami, e voltamos com animação para Bon Appétit. Já dá pra gente ir voltando para  pista novamente com Bigger Than Me. Era engano. Volta pra sofrer com a balada Save As Draft. Pendulum é a próxima música e eu já tô com saudades de Swich Swich. Chora comigo ouvindo Into Me You See. 

E chegamos em mais uma novidade. Justin Bieber lançando som novo, com David Guetta. Ah, óbvio: Já é sucesso. 2U tem um clipe bem incrível, que alterna imagens em preto e branco e coloridas com as angels da Victoria’s Secret fazendo lipsync do som. Sim: muito sutiã e calcinha a vista.

Agora chegamos ao caso Gusttavo Lima. Acontece que o cara não vai mais poder cantar a música Que Mal Te Fiz Eu. Pois é. E se fizer, terá de pagar multa de R$ 50 mil por dia. A proibição é consequência de um processo movido pelo  português Ricardo Landum, que diz que a obra foi cedida com a condição que não fosse modificada. A ação vai contra não só ao cantor, mas também à Som Livre, a Balada Eventos (que é de Gustavo) e o Google (YouTube).

Ricardo alega que um verso foi suprimido da música e que não recebeu os direitos autorais pela comercialização da canção.

Gusttavo Lima emitiu comunicado e disse que cumprirá a decisão e que retirou a música do roteiro de seus shows. Lembrando que o processo está em andamento, o que dá a possibilidade da Som Livre e de Gusttavo Lima recorreram da decisão.

 

Bombando na Web #49 - ARIANA GRANDE: IMITAÇÕES, HOMENAGEM e BRASIL EP. 03 | SEREAIS: Entre cancelamentos e novidades só se fala em OITNB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.