Domingo, a cantora Jennyfer Oliver participou do Programa Silvio Santos, no SBT. No Quadro Quem Você Tira?, quatro cantoras competiram por um prêmio,  julgado pelo público. Jennifer se apresentou e foi a única interrompida por Silvio quando iniciava sua primeira interpretação. Fez a segunda música como todas as participantes, e a terceira. Foi a preferida da audiência com 84 votos, as outras candidatas registraram 8, 5 e 3 votos.

Mas eis que na entrega da premiação, o apresentador resolveu mudar o rumo das coisas: fez sua própria escolha entre as quatro cantoras, dando R$ 500 adicionais para outra competidora.

“Se eu estivesse em casa, vendo o programa, na minha opinião, a melhor intérprete na televisão seria Juliani. Você é muito bonita, canta bem. Você ganhou”

Jennyfer Oliver era a única competidora negra. Depois da apresentação, muitos expressaram nas redes sociais opiniões negativas em relação ao ocorrido, acusando Silvio de racismo.

A cantora deu uma entrevista ao UOL e explicou os bastidores da apresentação. Ela contou que a produção do programa que escolhia as músicas que cada cantora apresentaria, mas que de última hora, Sílvio Santos barrou o que ela deveria cantar e escolheu o que ele queria.

“Ele escutou três vezes a mesma música e esperou na minha vez pra falar que era ruim. Na hora, eu fiquei sem reação nenhuma, por não poder cantar igual as outras e me senti super prejudicada”

“Eu nem sabia que ia ganhar porque fui prejudicada, pois eu não esperava. O povo que sentiu a questão a do racismo, e ele nomeou a outra menina como a mais bonita, mas não era uma concurso de beleza e sim de cantoras. O público que devia escolher e o Silvio que mudou tudo, inclusive a troca da música”

A cantora ainda está em dúvida se entrará em contato com a produção do SBT sobre uma retratação.

“Não sei, eu falei com meu advogado pra ver o que ele acha. Mas o complicado é processar e isso me prejudicar em outras emissoras, eu não poder participar de programas. Então, eu realmente não sei”.

Sobre a questão do racismo, Jennyfer assumiu que sentiu preconceito da parte de Silvio Santos.

“Eu não vou mentir, passou pela minha mente, mas achei que era coisa da minha cabeça. Eu não sabia desse histórico dele ser racista. Me senti prejudicada e constrangida, falando como artista”

Ao Hypness ela declarou:

 “Eu jurava que ia ser editado, e eles iriam pular essa parte que ele me barrou de cantar a música. Em nenhum momento eu postei nada dizendo que ele foi racista comigo, ou algo do tipo. As pessoas sentiram e comentaram, postaram coisas no Twitter e no Instagram. Quem assistiu, viu. O povo sentiu a situação”

O SBT ainda não se manifestou sobre a entrevista ou o ocorrido. Duas das cantoras que participaram do concurso, inclusive Juliani, que recebeu o “prêmio melhor apresentação para a televisão”:

Veja repercussão na internet:

 

O diretor da Educafro, frei David dos Santos, disse que pretende reagir às cenas de discriminação que ocorreram no programa de auditório.

“Não foi brincadeira do Sílvio Santos, embora o racismo cordial brasileiro ocorra muitas vezes na forma de  brincadeira. Não é. Ofende, machuca”

No passado, Silvio já se envolveu em outras situações apontadas como racistas:

No Teleton, ele recebeu o elenco de Chiquititas. Perguntou para a atriz mirim Julia Olliver o que ela queria ser quando crescer. Ela respondeu “ou eu vou ser atriz ou eu vou ser cantora”, e Silvio engatou:  “com esse cabelo?”. Também no Teleton, em 2016, o apresentador falou para uma dançarina, de um grupo plus size que ela era graciosa apesar de ser negra.

 

Miss Universol : uma mulher com a minha pele, a minha aparência e o meu cabelo não era considerada bonita. Bolsonaro X Greta Thumberg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.