Sim, o clipe tem como estrela a incrível dançarina Maddie Ziegler. As coreografias são de Ryan Heffington. A faixa é inédita, e maravilhosa, mas não se sabe se é indicação de um novo álbum. Aposto que seja, porque essa Sia é das pessoas mais produtivas do mundo da música. Seu último álbum,This is Acting (2015), o sétimo de sua carreira, reuniu canções dela descartadas por outros músicos. Afinal, é sabido que Sia já escreveu para Rihanna (Diamonds), Britney Spears (Perfume) e Beyoncé (Pretty Hurts) e que inclusive neste último álbum, interpreta Alive, composta para Adele.

Mas vamos ao clipe? A peruca branca ficou preta, já esteve dividida entre preto e branco. Isso pode ser também o prenúncio de uma nova fase musical? Veremos. O clima pista superação, já impresso em outro hit, a faixa Cheap Thrills, culmina em algo triste e soturno… Ao final, uma pilha de crianças imóveis… Uma tristeza.

O pessoal especula que a faixa possa ser tanto uma crítica a atual política dos Estados Unidos, a guerra na Síria ou ainda uma homenagem às vítimas do atentado à boate gay de Orlado.

 

 

Qual será o filme que vai representar o Brasil no Oscar? Cabô, Taylor? E você, Tom? Nada de ser o 007, né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.