Rosângela Moro se manifestou no Instagram na última segunda. A esposa do agora Ministro da Justiça, Sergio Moro, pediu para que os brasileiros “parem de reclamar” do governo de Jair Bolsonaro.

“O dia que todos os brasileiros se conscientizarem que somos um só povo com as mesmas preocupações veremos um grande avanço e estaremos no caminho certo. Parem de reclamar e esperem para ver a que veio esse novo governo. Redução de custos (do seu $$), corte de despesas desnecessárias, zero propina. Chega de ‘mimimi’. Apenas espere e assista!”, escreveu ela, seguido das hashtags #bolsonaromoroguedes, #bic, #bandejão e #vidareal.

 

Apesar do print, não encontrei o post no feed de Rosângela nesta manhã. Não é a primeira vez que Rosângela usa seu perfil no Instagram para manifestar suas opiniões e apoios. Durante as eleições, no segundo turno, fez este post:

https://www.instagram.com/p/BpZv1G-Be_M/?utm_source=ig_web_copy_link

Quando da vitória de Bolsonaro, comemorou publicando um vídeo que falava de seu sentimento com o resultado das eleições. Na legenda escreveu “Feliz”, seguido por um post com uma ilustração do mapa do Brasil, com a bandeira ao fundo e a frase: “Sob nova direção”.

https://www.instagram.com/p/BpfjeA7hQ4x/

Rosângela Moro é ativa nas redes sociais. Enquanto Moro ainda era juiz da 13ª Vara Federal do Paraná, ela mantinha uma página no Facebook chama  Eu MORO com Ele, que usava para agradecer o apoio recebido pelo marido, então responsável pelos processos da Operação Lava Jato. Em novembro de 2017 ela fechou a página, que tinha mais de  mais de 844 mil inscritos.

Ela também já apagou um outro post, também enquanto seu marido era juiz federal. Elogiou no Instagram o voto da ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber no julgamento que negou o habeas corpus preventivo a Lula. Rosangela publicou uma foto de Weber com a legenda “coerência é tudo” e “mil rosas para a Ministra Rosa”, depois apagou.

Série documental conta a versão da mulher que castrou o marido em 1993 Marcos Mion segue na Record e confirma próxima edição de A Fazenda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.