Nessa briga, sei lá: eu sou mais a rainha. Eis que o Snapchat apresenta entre os seus anunciantes um game online chamado Would You Rather! ( algo como, o que você prefere? ) em que mostrava fotos de Rihanna e Chris Brown com as legendas “Estapeie Rihanna” e “Soque Chris Brown.”

Para quem não sabe, o cantor se declarou culpado de ter agredido Rihanna em 2009, e até hoje muitos se lembram da foto do rosto machucado da artista.

Claro que isso deu ruim, e o Snapchat teve que admitir nesta quinta-feira que o anúncio foi:

“Nojento e nunca deveria ter aparecido em nosso serviço”.

A empresa quis se justificar dizendo que foi um erro o anúncio passar pelo processo de revisão, que analisa e aprovada os conteúdos que podem aparecer dentro do App, dentro de diretrizes de propaganda estabelecidas. No caso, este não poderia ter sido aprovado. Foi removido do sistema no final de semana.

“Lamentamos que tenhamos cometido o terrível erro de permitir isso através de nosso processo de revisão. Estamos investigando como isso aconteceu para que possamos garantir que nunca mais aconteça”

Rihanna também resolveu comentar o incidente:

“Agora, Snapchat, eu sei que você já sabe que não é meu app favorito. Mas eu estou apenas tentando descobrir qual o objetivo de toda esta bagunça. Eu adoraria considerar isso ignorância, mas eu sei que você não é assim tão bobo. Você gastou dinheiro para animar algo que poderia intencionalmente envergonhar vítimas de violência doméstica e fez uma piada com isso. Isso não é sobre meu sentimento pessoal, pois eu não tenho muito o que sentir… mas sobre todas mulheres, crianças e homens que foram vítimas de violência doméstica no passado e especialmente aqueles que ainda não denunciaram ainda… você nos decepcionou! Vergonha de você. Jogue toda esta desculpa fora”.

Como resultado, houve queda 5% no valor das ações da empresa. Não é a primeira vez que o comentário de uma celebridade prejudica o Snapchat. Este ano Kylie Jenner twitou que não entrava mais no app, o que resultou em perda no valor de suas ações no mercado em de cerca de U$ 1,5 bilhão.

A verdade é que a vida já foi mais fácil para o Snapchat, que surgiu em 2011 e virou febre entre os jovens ao possibilitar a troca de fotos e vídeos temporários, que ficavam no ar por 24 horas. Filtros legais, e até a dificuldade de adaptação dos mais velhos ( uma rede sociais sem a família julgando?) atraíram o público alimentado por posts de celebridades que começaram a compartilhar seus passos 24 horas por dia. Eis que o senhor Mark Zuckerberg criou o stories, basicamente um Snapchat dentro do Instagram…. O Snapchat também tentou reformular sua forma de utilização e layout, o que também não foi bem recebido por muitos usuários.

Cineminha: Tomb Raider, Maria Madalena e 12 Heróis Resumão Katy Perry no Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.