Vamos relembrar um pouco dessa história? A atriz Regina Duarte, que em 2002 declarou apoio a José Serra (PSDB), dizendo “ter medo” do opositor, Lula, resolveu se posicionar para o segundo turno da corrida presidencial. Escolheu Jair Bolsonaro (PSL) como seu candidato e compartilhou sua posição em posts nas redes sociais:

As #EleNão não revelam qual é o #EleSim delas”

A atriz teve inclusive um encontro com o candidato do PSL, que compartilhou foto:

View this post on Instagram

@reginaduarte visita Jair Bolsonaro.

A post shared by Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) on

 José de Abreu resolveu responder quando Regina Duarte fez um post em suas redes sobre o Auxílio Reclusão*, conhecido popularmente como “Bolsa presidiário”.

O ator a acusou de divulgar fake news sobre o benefício e disparou no Twitter:

Neste último post, o ator relembra um vídeo em que Regina Duarte dizia ser contra as ideias que hoje o ator aponta fazerem parte da agenda de Bolsonaro:

Eis que ontem, Maitê Proença dividiu com seus seguidores sua opinião. Defendendo o direto de Regina Duarte pensar diferente de outros artistas:

“Que a @reginaduarte possa se manifestar sem ser agredida, sobretudo, por seus pares. E que @paulobetti possa ter a mesma liberdade com o seu ponto de vista!”

 

* O benefício foi estabelecido pelo Decreto n° 3.048, de 1999, e está previsto na lei n° 8.213, de 1991. Trata-se de um repasse destinado a famílias de baixa renda que eram sustentadas pelo indivíduo que veio a ser encarcerado. É custeado pelos recursos da Previdência Social e pago se, na data da prisão, o detento estiver em situação regular no INSS

 

 

RIP Gil Gomes Expedição de Caio Castro acusada de vandalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.