A Disney terá um personagem gay no filme Jungle Cruise. O filme é baseado em uma das atrações dos parques e tem como protagonistas Dwayne Johnson e Emily Blunt. O filme tem previsão de estreia para 3 de outubro de 2019.

A polêmica agora é por conta da empresa ter escolhido um ator heterossexual para interpretar este que é o primeiro personagem abertamente gay em seus filmes. Jack Whitehall foi o ator escolhido, e de acordo com o tabloide inglês The Sun, o personagem será “afetado, exagerado e engraçado”. Nas redes sociais muitos questionam por que o estúdio não escalou um ator gay para o papel.

“Super empolgado por esse momento da família LGBTQ+ e Jack Whitehall é incrível, MAS, quando tantos amigos meus são rejeitados para papéis héteros porque tem um ‘jeito de gay’, é frustrante escalar um ator não gay para um papel gay”.

“Não é que seja um problema escalar um fantástico aliado heterossexual para um papel gay, mas é que há tantos atores gays sub-representados em todos os papéis por aí… então eu acho que isso é fantástico, mas também um pouco triste”

Esses foram os posts do comediante James Barr. Outros relembraram o caso Scarlett Johansson, que desistiu de interpretar um homem trans, por pressão.

A atriz Ruby Rose também está recebendo críticas por ter sido escalada para interpretar a Batwoman, no universo da séries. Tanta pressão que a atriz excluiu sua conta no Twitter.

Sua primeira aparição deve acontecer no próximo crossover de Arrow, The Flash e Supergirl. Batgirl poderá inclusive ganhar sua própria série, sendo a primeira heroína lésbica a estrelar uma produção na TV. Antes de abandonar o Twitter a atriz deixou o seu recado:

“De onde quer que tenha saído a frase ‘Ruby não é lésbica, logo não pode ser Batwoman’ – essa deve ser a coisa mais ridícula que já ouvi. Eu sai do armário aos 12 anos de idade. E passei os últimos cinco anos lidando com comentários que era gay demais, então como a situação mudou tanto? Queria que nós pudéssemos apoiar as jornadas alheias. Quando mulheres e minorias juntam forças, ninguém pode nos parar… Quando nos machucamos, somos capazes de nos ferir como nenhum outro. Mas eu adoro um desafio. Só queria que as mulheres e a comunidade LGBT fossem mais unidas. Desejo que sejamos mais amorosos uns com os outros… Mando meu amor e gratidão para todos. Esse ano tem sido uma montanha-russa de emoções, principalmente o último mês. Estou ansiosa para ter mais de 4 horas de sono e sair do Twitter para focar minha energia nos próximos projetos. Se precisarem de mim, estarei no meu Batfone.”

 

Aos 4 anos disse chega e jogou o celular ( do pai) ao mar. TMZ: Qual a droga que provocou a overdose de Demi Lovato e quem a forneceu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.