Tá rolando match pra caramba! Segundo dados divulgados pela coluna da Mônica Bergamo, os matches na região da Vila Olímpica aumentaram 129% no primeiro fim de semana da competição. O que também aumentou muito, em 211%, foi a procura do Rio na ferramenta do Tinder que  rastreia perfis na região antes de o usuário chegar à cidade.  O Extra fez uma matéria maravilhosa com alguns dos que estão inscritos, e para quem já se cansou de pegar Pokemon na região, fica a dica.

michael-phelps-comeback

Vamos fazer umas continhas curiosas? Temos 10.500 atletas. Se somarmos técnicos, treinadores, diretivos, são mais ou menos umas 17.000 pessoas na Vila Olímpica. Para esse ano, foram disponibilizadas pelo Comitê Olímpico Internacional, coisa de 450.000 preservativos masculinos e 100.000 femininos para as delegações olímpicas, o que significa uma média de 42 preservativos por atleta. O número é três vezes maior que a quantidade oferecida em Londres, em 2012. Pode parecer muito, mas se considerarmos 42 preservativos, apenas divididos apenas entre os atleta, para os 17 dias de competição, dá mais ou menos 2 preservativos por dia.

Pena. Eu acho que o povo tinha que estar reproduzindo. Imagina só os jogos olímpicos com os filhos dos participantes olímpicos desse ano?
Que genética, Brasil! Brincadeiras a parte, que o rio se transformou num celeiro de gatos e gatas, ninguém pode negar. ( sim , eu sei que a camisinha é mega importante, principalmente para prevenir doenças etc)

 

#DiretoDoSofá: Maratona (olímpica) de Gilmore Girls Quem são as minas do Luan Santana?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.