A Academia Sueca pretende entregar em 2019 dois prêmios e se recolher esse ano para tentar remediar o escândalo sexual que envolve diversos membros da fundação. A nota oficial divulgada fala no cancelamento como consequência da “queda no prestígio público da Academia’.

Acontece que desde o escândalo, diversos membros  deixaram a Academia, que hoje tem apenas 11 de suas posições ocupadas, das 18 disponíveis. Assim sendo, os atuais membros não poderiam nem ao menos votar, pois estão a um número do mínimo necessário para tomar decisões, ou mesmo eleger novos membros.

O escândalo foi exposto em novembro do ano passado. O jornal Dagens Nyheter noticiou que pelo menos 18 mulheres acusavam Jean-Claude Arnault, importante figura no meio cultural sueco, de assédio e agressão sexual. Casado com a poetisa Katarina Frostenson, membro da academia, ambos dirigiam juntos um clube cultural privado chamado Fórum, que recebia verbas da Academia. Os abusos e maus tratos a mulheres aconteceram neste clube e em imóveis de propriedade da Academia, em Estocolmo e Paris, nos últimos 20 anos. Também foi informado que Arnault vazou informações sobre o ganhador do Nobel de Literatura sete vezes, desde 1996.

Isso provocou uma racha dentro da Academia, entre aqueles que achavam que a fundação teria reagido exageradamente às acusações, e outros, que indignados deixaram suas cadeiras. coma crise gerada a ex-secretária permanente, Sara Danius acabou saindo co cargo. Coloque também nessa conta a mulher do acusado, Katarina Frostenson. 

É interessante observar que as renúncias às posições são simbólicas, e só se traduzem na ausência em votações e atividades. A filiação à instituição é vitalícia e só se elegem novos membros quando abre-se uma vaga pela morte de algum deles.

Não é a primeira vez que não se entrega o Nobel de literatura.  Sete outras ocasiões marcaram a suspensão da entrega, porém todas durante guerras mundiais.

Cate Blanchett foi vítima de Harvey Weinstein Bill Cosby e Roman Polanski estão fora da Academia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.