Pois vocês já bem sabem que o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro denunciou o cantor Naldo Benny nesta segunda-feira pelos crimes de ameaça e lesão corporal decorrente de violência doméstica contra Ellen Cardoso, conhecida como Mulher Moranguinho.

Naldo foi preso na última quarta-feira, mas logo deixou a Delegacia de Atendimento à Mulher. em Jacarepaguá, mediante ao pagamento de fiança. Foi determinado que o artista fique afastado da mulher, de seus familiares e das testemunhas do caso, mantendo distância mínima de 100 metros. O cantor foi proibido de manter qualquer contato com a vítima por qualquer via de comunicação, inclusive pela internet.

E talvez por isso, Naldo tenha decidido publicar um vídeo todo choroso, pedindo desculpas.

“Quero incansavelmente pedir perdão à minha mulher. Eu amo muito a minha mulher. Quem me conhece sabe o cara de bem que eu sou. O quanto estou buscando me cuidar com profissionais, com situações que ela mesma falava para mim. Estou aqui morrendo de saudade da minha filha, da minha mulher. Estou aqui no quartinho dela olhando todas fotos nossas, arrependido, destruído, sem a menor vergonha de falar. Eu sei que as pessoas vão me bater, me julgar…

Mas eu creio que Deus vai fazer um milagre, e eu quero agradecer a Ele em público pela restituição da minha família. Quero deixar muito claro para a minha mulher que eu estou arrependido e acabado, que eu a amo muito. Não queria que isso tudo tivesse acontecido.

A arma não teve nada a ver com a briga. Ela estava aqui em casa por conta de assalto que eu tive aqui. Eu nem sabia onde estava a arma. A Ellen fala isso no depoimento dela.

Vou lutar pela família incansavelmente. Estou disposto a melhorar e dar isso como exemplo para as pessoas que passam por isso, para que eu possa ajudar com o meu testemunho, a minha mudança de postura. Porque isso é horrível demais. Quem tem a sua família, quem ama a sua família sabe o que eu estou passando agora.”

Agora, mais detalhes sobre o documento assinado pelo promotor Alexandre Murilo Graça foram divulgados.  De acorda com a narrativa, no sábado, o denunciado, após pegar o telefone da vítima, iniciou uma discussão, xingando-a e a agredindo com socos, tapas, puxões de cabelo e com um golpe dado com uma garrafa. Não satisfeito, o denunciado ameaçou a vítima de morte.

“Vou te matar.”

 

 

A Fazenda: Pelo menos foi a Flávia quem venceu Maratona do final de semana: segunda temporada de The Crown

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.