Eis que o Museu de Arte Moderna (MoMA), em Nova York, anuncia a compra da pintura A Lua, de Tarsila do Amaral. O valor? Especula-se que seja algo em torno de 20 milhões de dólares.

A diferença de valor desta negociação para a última obra mais cara de um brasileiro vendida em leilão é gigante. Vaso de Flores, de Alberto da Veiga Guignard alcançou R$ 5,7 milhões, quando leiloada em 2015.

A Lua foi pintado em 1928, mesmo ano em que a artista produziu Abaporu, tela símbolo do início do movimento antropofágico das artes no Brasil. A nova aquisição do MoMA  poderá ser vista em exibição a partir de março deste ano.

Interessante de se observar que Abaporu faz parte do acervo do Malba, em Buenos Aires. No ano passado, um colecionador brasileiro ofereceu US$ 30 milhões para comprar a tela com intensão de repatriar a obra para o Brasil. A oferta não foi aceita pelo empresário argentino Eduardo Constantini, fundador e presidente da Malba.

Para quem não se lembra o porquê da relevância do Abaporu (aba = homem; poru = que come), uma pequena história: Tarsila presenteou seu então marido, o escritor Oswald de Andrade, com a obra. Foi a reflexão a respeito do quadro, que o levou a escreveu o Manifesto Antropófago, marco no Modernismo brasileiro. Ele dizia que “só a antropofagia nos une”, propondo “deglutir” o legado cultural europeu e “digeri-lo” sob a forma de uma arte tipicamente brasileira.

Faz um ano que Tarsilinha do Amaral, a sobrinha-neta e administradora do espólio da artista, está em negociação com o museu, que em 2018 recebeu a exposição Tarsila do Amaral: Inventing Modern Art in Brazil, a primeira retrospectiva de um artista brasileiro no MoMA.

Tarsila do Amaral nasceu em São Paulo, em 1886. De família rica, estudou música e belas artes e mudou para Paris em 1920, onde pode de aperfeiçoar nos estudos e conhecer personagens importantes do meio artístico. Em comunicado, o MoMA celebrou a chegada da obra da artista brasileira descrita como:

“Figura de fundação para a arte moderna no Brasil e uma protagonista central nos intercâmbios transatlânticos e culturais deste movimento.”

Bruno Gagliasso passa por operação Manifestação reivindica posicionamento do Shopping Pátio Higienópolis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.