O diretor José Padilha está produzindo um documentário sobre a Lava Jato. Assim, tem procurado diversas autoridades para falar sobre o tema. Na lista, claro, Lula. Acontece que o ex presidente negou uma entrevista ao cineasta. O motivo? A série O Mecanismo, inspirada na Lava-Jato e disponível em duas temporadas na Netflix.

A coluna de Bela Megale, em O Globo, apurou que Lula concluiu que para a série, o cineasta comprou a versão dos procuradores e do ministro Sergio Moro. E mais: Lula também avaliou que não viu nenhum movimento de autocrítica do cineasta sobre a produção.

“– Esses caras são bons em cobrar autocrítica do PT e na hora de fazer a própria, nada.”

A assessoria de imprensa de Lula afirmou que ele não atenderá o pedido porque “Padilha não é honesto, como demonstrou na maneira que tratou o ex-presidente na série ‘O mecanismo’”. (…)

Para quem não se lembra, teve até aquela polêmica de uma fala na boca do personagem inspirado em Lula, que na realidade foi dita por outro personagem, o senador Romero Jucá. Na vida, Jucá disse “tem que mudar o governo para estancar essa sangria”, se referindo ao impeachment de Dilma.

A irritação foi tamanha que teve declaração de Dilma, que disse que o cineasta cria “fake news” e ressaltou que a série mistura o escândalo do banco Banestado, que aconteceu na administração FHC, jogando para 2003, ano em que Lula assumia a presidência:

Padilha também solicitou uma entrevista com o ex-ministro José Dirceu, que também está preso em Curitiba. Este ainda não decidiu se aceitará.

A notícia foi festejada por muitos partidários da esquerda:

Anitta e a polêmica do playback Bruna Lombardi comenta AO VIVO tudo sobre A Vida Secreta dos Casais - Temporada 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.