Eita que já tem filme que pode levar estatuetas no Oscar chegando às salas de cinema.Infiltrado na Klan foi o vencedor do Grande Prêmio do Júri de Cannes este ano. O filme é do diretor Spike Lee, cineasta militante que em seus filmes aborda temas como racismo, desigualdade e pobreza.

A história é real: do primeiro policial negro de Colorado Springs, contada na autobiografia de Ron Stallworth. A trama se passa nos anos 70, quando este policial, interpretado pelo filho de Denzel Washington,  John David Washington contará com a ajuda de seu companheiro Flip Zimmerman, branco e judeu (Adam Driver) para se infiltrar na organização racista americana Ku Klux Klan.

Também no elenco Laura Harrier, que através da sua personagem Patrice representa o ativismo Pantera Negra e também o interesse romântico do protagonista, sabotado pela aversão que a garota tem por policiais.    O vilão da história é o grão-mestre da KKKDavid Duke (Topher Grace), que por aqui ficou conhecido pelo apoio público que fez ao candidatoJair Bolsonaro. 

Para quem espera uma trama tensa, por todo esse contexto, talvez a surpresa de um filme que dá oportunidade para momentos cômicos, mas não menos desconfortáveis. E claro que não por acaso, mas em referência ao movimento cinematográfico Blacksploitationem que diretores e atores negros começaram a produzir uma série de filmes nos anos 70 caracterizados por esse tipo de humor, e por fotografia e estilo que também influenciaram Spike Lee nesta produção.

O filme coloca o dedo em ferida atual, e reproduz imagens reais dos acontecimentos de Charlottesville, em 2017, nos quais um motorista investiu contra um grupo de manifestantes pacifistas depois que a passeata fora cancelada pelas autoridades. Uma mulher de 32 anos morreu e outras 20 pessoas foram feridas.  Trump foi então extremamente criticado na ocasião, por demorar a se colocar de forma contundente contra o acontecido.

Na trilha sonora, fique atento: tem música inédita de Prince, Mary Don’t You Weep, gravada em fita K7 em meados dos anos 1980 e exibida nos créditos.

Rafael é o vencedor da terceira edição do MasterChef Profissionais Cineminha? Aquaman elogiado, Chá com Damas e Intimidade Entre Estranhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.