Muitos devem se lembrar da passagem da cantora americana por aqui este ano, quando em novembro Azealia Banks decidiu cancelar uma apresentação que faria em Fortaleza quando soube que abriria para Pabllo VittarBanks usou suas redes para explicar a situação. De acordo inclusive com documentação mostrada no Stories do Instagram da cantora, o contrato a colocaria como headliner, apresentação principal da noite.

ESSA é a razão pela qual não me apresentei em Fortaleza, agora se todos pudessem gentilmente calar a boca, eu agradeceria

Teve até print de papo com fã no direct. A rapper explicou que se sentiu enganada:

Pabllo Vittar é um artista local brasileiro. Ele não é internacional. Eu sou internacional. Eu suspeito que essa foi uma manobra dele e dos produtores para tentar dar a Pabllo alguma influência internacional, mas não caí nessa. Quando assinei o contrato para o show, eu disse que o show era meu. Nem prestei atenção nos outros artistas“.

“O chato é que ele tentou fazer parte do bonde e armar pra mim para que ele pudesse aparecer como uma diva, quando eu realmente achava que ele era um genuíno admirador meu. Se ele não tivesse feito esse truque, eu teria emprestado 100% do meu talento para combinar com a cultura gay americana, mas ele decidiu armar pra mim… Agora, não quero fazer nada com ele“

E a polêmica seguiu, porque como vocês bem sabem, os fãs brasileiros não deixam barato. As redes sociais de Azealia Banks foram inundadas de críticas, e explicações de que Pabllo é sim uma artista importante, o que gerou uma resposta da rapper que chateou inclusive seus fãs brasileiros:

 

“7 milhões de fãs no Brasil literalmente não significam nada na grande indústria. É considerado um mercado ‘B-C’. Não um mercado ‘A’. EU NÃO FAÇO AS REGRAS. Azealia Banks é uma figura icônica na cultura feminina, gay e fashion INTERNACIONAL, e vocês vão respeitá-la ou não a terão. Eu não perco nada em nunca mais voltar ao Brasil. E acredite em mim – a forma como vocês me incomodaram… eu NUNCA MAIS irei ao Brasil. Nem mesmo para passar férias. Boa viagem. Já tive o suficiente com gays brasileiros me xingando com inglês mal falado e me implorando por sabonetes e ingressos de graça. Tentei dar o meu melhor, mas vocês se viraram contra mim por nada. JÁ CHEGA!”

Será que agora essa treta termina? Ah! E Pabllo Vittar não comentou nada sobre o acontecido, apenas colhe os plays do seu vídeo para a Vogue americana em que ensina a fazer sua make em 15 minutos:

 

Não é de hoje:

Em janeiro deste ano a tag #DenunciemAContaDaSandalia subiu para os assuntos mais comentados do Brasil e depois de xingar os brasileiros no Facebook, a rapper Azealia Banks teve sua conta no Twitter suspensa. Tudo começou na segunda, quando a rapper publicou um texto criticando os comentários racistas de brasileiros.

“Quando esses anormais do terceiro mundo vão parar de fazer spam com esse inglês errado falando sobre algo que não sabem? É hilário ser chamada de ‘black whore’ por brasileiros brancos. Eles deveriam se preocupar com a economia primeiro”

Os brasileiros começaram a criticar, e ela continuou:

“Não sabia que tinha internet na favela”

Algumas horas depois, ela apagou a postagem. Nos comentários, Azealia se justificou dizendo que o país tem o maior número de pessoas que publicam insultos racistas em sua página:

“Não ligo de qual país você é. Racismo é racismo. E um monte de meninos brancos de um país com as piores políticas para negros não vão vir aqui me xingar quando não sabem sequer falar a língua com a qual tentam me insultar”.

Sexta Temporada de House of Cards é assombrada por Frank Underwood. Noc, noc! Morre o criador de Bob Esponja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.