E não. Não é na parte 3 da saga Se eu Fosse Você. Nada contra, eu até dei boas risadas com Gloria e Tony Ramos. Mas caso é que parei nesse novo filme em que ela interpreta a história de Nise da Silveira, pioneira no uso da terapia ocupacional como tratamento psiquiátrico.

A direção é de Roberto Berliner, e temos até prêmios para citar por aqui como por exemplo o de Melhor Filme eleito pelo Júri Popular do Festival do Rio do ano passado, e os de Melhor Filme e Melhor Atriz pelo Júri Oficial do Festival de Tóquio, também em 2015

O interessante é que muitos artistas foram revelados através das terapias estabelecidas por Nise. Alguns como Emydgio de Barros, Raphael Domingues, Lucio Noeman e Fernando Diniz. Eles são personagens da história, que foca na luta de Nise para ter seu trabalho reconhecido, e cria o Museu da Imagem do Inconsciente, que funciona até hoje expondo e compilando trabalhos realizados pelos pacientes.

Envolvida com os círculos marxistas da época, Nise foi inclusive presa na Era Vargas, dividindo a cela com Olga Benário. O seu retorno ao trabalho no Hospital Psiquiátrico Pedro II é o ponto de partida de “Nise – O Coração da Loucura”, que estreia agora em 21 de abril.

Podcast : Comece por Serial Oscar: Transexual indicada na Categoria de Melhor Canção Original não foi convidada a se apresentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.