A modelo brasileira segue sua luta por causas ecológicas, e neste final de semana recebeu o prêmio Eco Laureate, durante o evento Green Carpet Fashion Awards, no Teatro alla Scala, em Milão. A homenagem inédita é uma parceria do Eco-Age e da Vogue italiana, que escolheram a modelo por seu uso da própria influência para defender causas ambientais e procurar soluções para dilemas atuais.

Esta é a primeira edição da premiação, que acontece em paralelo a Semana de Moda de Milão, e objetiva claro que reconhecer as celebridades da moda que defendem causas relacionadas a ecologia. Gisele, como vocês bem sabem, defende a preservação da Amazônia. Para receber a premiação, atravessou um tapete verde, feito de garrafas plásticas, e agradeceu no Instagram, a estilista Stella McCartney que confeccionou  para ocasião um vestido sustentável:

 

“Obrigada, Stella McCartney, pelo meu vestido bonito e sustentável, elaborado a partir de viscose de origem sustentável de florestas certificadas de forma sustentável na Suécia”

Outros grandes nomes da moda e do entretenimento estiveram presentes, como Giorgio Armani, Dakota Johnson, Miuccia Prada, Colin Firth, Naomi Campbell e Amber Valletta.

Embaixadora da boa vontade da ONU para o Meio Ambiente desde 2009, Gisele esteve no último dia 19 de setembro na cerimônia de lançamento do Pacto Global para o Meio Ambiente, em Nova York. Na ocasião,m agradeceu ao presidente Emmanuel Macron , e enfatizou:

“Devemos parar de viver com a ideia de que “o que não é visto, não é lembrado” – se não estamos vendo, não nos afetará. Porque irá afetar, já que tudo neste mundo está conectado. O lixo, por exemplo, que desaparece magicamente de nossas casas todos os dias, vai parar em algum lugar: em aterros sanitários, em rios e oceanos, contaminando peixes, e em fontes de água, voltando direto para nossa mesa. Precisamos acordar – Repensar a forma como vivemos, a maneira como produzimos, como consumimos e mudar nossos hábitos antes que seja tarde demais.”

Thank you Mr. President @EmmanuelMacron for leading the Global Pact for the Environment. We must stop living with the idea of “out of sight, out of mind” – if we don’t see it, it won’t affect us. But it will, because everything in this world is connected. The trash, for example, that magically disappears from our houses every day is going somewhere. It’s going to landfills, rivers, and oceans contaminating fish, water sources and coming right back to our table. We need to wake up – We must rethink the way we live, the way we produce, the way we consume and change our habits before it is too late. 🌳🌎♻️ Obrigada presidente @EmmanuelMacron por liderar o Pacto Global para o meio ambiente. Devemos parar de viver com a ideia de que “o que não é visto, não é lembrado” – se não estamos vendo, não nos afetará. Porque irá afetar, já que tudo neste mundo está conectado. O lixo, por exemplo, que desaparece magicamente de nossas casas todos os dias, vai parar em algum lugar: em aterros sanitários, em rios e oceanos, contaminando peixes, e em fontes de água, voltando direto para nossa mesa. Precisamos acordar – Repensar a forma como vivemos, a maneira como produzimos, como consumimos e mudar nossos hábitos antes que seja tarde demais.

Uma publicação compartilhada por Gisele Bündchen (@gisele) em

 

Ajoelhados pela América, contra Trump Pedro Pascal retorna para a 4ª temporada de Narcos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.