Poderia ser um convidado de show de calouros, excêntrico, desconexo e caricato. Mas é um candidato a presidência da república das bananas… Ops. Do Brasil.

Cabo Daciolo (Patriota) teve mais votos para presidente da República do que o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) e também ficou a frente da ex-senadora Marina Silva (Rede). Daciolo teve 1,26% dos votos válidos, o que significa votos de 1,3 milhão de eleitores. Foram cem mil a mais de Meirelles e quase 300 mil eleitores de diferença em relação a Marina Silva. Glóooria a Deus!

Daciolo gastou 806 reais durante toda a sua campanha (Meirelles desembolsou 53 milhões) e não chamou atenção por suas propostas, mas por suas performances nos debates e vídeos viralizados na internet nos quais ele pedia, por exemplo, a derrubada das réplicas das estátuas da liberdade que ficam na frente das lojas Havan:

Muita maçonaria, teorias iluminatti, a revelação da existência da Ursal e o amor declarado, muitas vezes, às mulheres do Brasil:

Até na hora de votar descolou um viral:

Confiante, votou e disse:

“Eu acredito que vamos ganhar esta eleição no primeiro turno, com 51% dos votos (…) estou indo para o monte agora. As pessoas não vão conseguir falar comigo. Vou para lá agradecer a vitória. Mas amanhã eu estou de volta.”

Sobre as propostas do Cabo Daciolo, pouco ficamos sabendo por suas manifestações, a não ser a infeliz declaração em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo quando, ao ser questionado sobre a homossexualidade, respondeu:

“O homossexual está na mesma categoria de problemas que o alcoólatra, que o corrupto, o bandido e isso tudo”

 

O Nordeste e as eleições Alexandre Frota X Mayã

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.