Em uma entrevista ao TMZ, Kanye soltou essa:

“Quando ouvimos dizer que a escravatura durou 400 anos. Quatrocentos anos? Soa como uma escolha”

“É como se estivéssemos numa prisão mental. Gosto da palavra prisão porque escravatura relaciona-se diretamente com os negros. Escravatura está para os negros como o Holocausto para os judeus. Prisão é algo que une, negros e brancos.”


E no Twitter seguiu discorrendo sua ideia:

Veja o momento em que Kanye se defende das críticas levantando o uso do”pensamento livre” e então é confrontando por um membro da equipe do TMZ:

Sim, sabemos que Kanye volta aos holofotes para anunciar seus novos projetos. Sim, não é de hoje que Kanye curte Trump.

O próprio TMZ ainda levanta uma questão: parece que o Kanye não está tomando seus medicamentos. Eles justificam com uma história que o próprio contou, quando em 2016 ele ficou viciado em opioides depois de fazer uma lipoaspiração para não ser chamado de gordo ( como o próprio TMZ chama e chateira seu cunhado). foi por esse motivo que teria tido um ataque nervoso, que acabou cancelando sua turnê.  Então ele segue dizendo que depois de hospitalizado, teria que tomar 7 comprimidos. Coisa que se recusou a fazer. Kanye diz que sente que muitos estão sendo drogados e controlados, inclusive pela mídia.

Maio, mais um ótimo mês para maratonar umas boas séries Mais um processo contra Johnny Depp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.