Desde a sua chegada no Brasil, o rapper Drake tem causado. Com show no Rock In Rio marcado para sexta, o canadense chegou ao pais na noite da última quinta, no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro. Uma pequena galerinha clamava por ele, que não correspondeu nem com tchau. Foi motivo para que uma fã dissesse:

“Por isso que a Rihanna terminou com você”.

Depois teve o momento Drake proibindo a transmissão do seu show pela TV. O Multishow informou que o artista “havia liberado a transmissão”, mas “voltou atrás na autorização de última hora”. A vice-presidente do Rock in Rio, Roberta Medina, disse:

“Infelizmente, por algum motivo que a gente não tem certeza qual é, ele não quer. A gente realmente lamenta que quem está em casa não vai poder acompanhar”

Mais tarde teve um tuíte do cantor que justificava a decisão pela chuva forte, e insegurança em como o show ficaria em função disso. Na sequência  Boninho portou um desmente revelando que o artista teria demitido seu técnico de luz e dado “piti geral”:

 

Entre outras exigências do artista, a proibição de que fotógrafo profissional registrassem imagens do show e a paralisação da atração tirolesa,  enquanto ele estivesse no palco. Pessoal que que marcou hora para estar no brinquedo deve ter ficado felizão. Houve também a informação de que o rapper criticou o festival a todo momento, ameaçando inclusive não fazer o show. Drake reclamava principalmente do tamanho do palco, pequeno demais para ele.

A Coluna do Leo Dias investigou e trouxe a seguinte conclusão: o rapper realmente teve um problema na iluminação do espetáculo e não estava 100% satisfeito com o resultado antes de subir ao palco. A questão parece simples, mas não ter uma apresentação totalmente satisfatória poderia afetar Drake na hora de vender seus shows para outros lugares. Tipo: se você acha que pode dar ruim, pelo menos não deixa filmar e transmitir para que o mundo veja as falhas.

Do palco, Drake curtiu um breve after organizado por amigas de Anitta, e partiu em seu jatinho para cumprir compromisso profissional no Canadá. Foi embora com seus US$ 4 milhões, um a mais do que a negociação inicial. Lembram que quase não teve Drake? No balanço final, acho que o Brasil deixou boas lembranças para o artista, que prometeu voltar ( isso deve acontecer em um show em São Paulo, promovido pela Live Nation) :

“Essa foi a maior diversão que eu tive em muito tempo. Obrigado, Brasil. Foi minha primeira vez, mas não será a última. Então nos vemos numa próxima”.

Uma outra amiga de Anitta (agora Drake tá seguindo ela no instagram) que causou com o rapper foi Jojo Todynho. A própria revelou em seu Instagram que mostrou os seios pra ele

“Vocês não sabem o que eu aprontei. Estava andando e de repente passa o Drake, cheio de seguranças. Eu gritei: ‘Drake!’. Quando ele me olhou, eu: ‘pá’, coloquei o peito para fora”,

Já as lembranças dos funcionários que atenderam a estrela gringa não foram legais. De acordo com o EXTRA, Drake só comeu alimentos preparados por seu chef, e inclusive trouxe suas próprias batatas na bagagem! Também não rolou gorjeta para os funcionários que o atenderam não…

 

O que é real e o que é ficção em INACREDITÁVEL, da Netflix Trump usa o Twitter para contra atacar responsáveis pelo processo de impeachment

2 thoughts on “Drake e o Brasil”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.