View this post on Instagram

#FilmeParaHoje Temos falado tanto da importância dos mais velhos ficarem em casa e se preservarem em meio a pandemia. Aqui, até falei dos que chamei de “teimosos” por não quererem ficar em casa. A questão é que sempre admirei os mais velhos. Senhores e senhoras que viveram tanto, que sabem demais e que muitas vezes sentem a dificuldade de lidar com limitações, que chegam com a idade e nessa oportunidade de hoje, os atropela com a chegada desse novo vírus. Por isso queria recomendar o documentário Advanced Style que é a continuação do projeto de um blog, do @advancedstyle e de um livro de mesmo nome que prova que estilo não tem idade! Nele vocês poderão conhecer senhoras incríveis que vivem na cidade de Nova Iorque. Essas sete mulheres tem idades entre 65 e 94 anos, são cheias de referências fashion, cada uma no seu estilo, e claro tem muitas lições de vida. O documentário é dirigido por Ari Seth Cohen e foi lançado em 2014. Para quem gostar, procure também pelo livro Advanced Love, com casais de idade avançada, claro que também super estilosos. Nossos velhinhos incríveis merecem todo respeito e cuidado ♥️

A post shared by Paulinha Carvalho/Morning Show (@paulinhacarvalhojp) on

View this post on Instagram

#filmeparahoje O curta documental Period. End of sentence., ou em português Absorvendo o Tabu, venceu o Oscar 2019 da categoria e surpreendeu até mesmo a diretora Rayka Zehtabchi. Agradecendo ao prêmio ela disse: ‘Não acredito que um documentário sobre menstruação ganhou um Oscar!’ A produção está disponível na Netflix e mostra como a menstruação é vista por mulheres e homens de uma pequena vila rural na Índia. Homens que consideram a condição como doença, garotas que não falam sobre isso e se envergonham a ponto de deixarem de estudar para não terem que trocar seus paninhos frente aos olhares masculinos. No filme de cerca de 25 minutos, profissionais de saúde e ativistas dos direitos da mulher tratam do tema que tem números impressionantes: apenas 10% das mulheres indianas tem acesso ao uso do absorventes descartáveis. As jovens não são orientadas sobre como usar os paninhos de forma higiênica, e estes são muitas vezes descartados sendo apenas enterrados. Muito interessante é o papel modificador que uma máquina de fabricar absorventes de baixo custo desempenha no vilarejo de Uttar Pradesh. As mulheres são capacitadas a fazer seus absorventes e também vender para outras mulheres. A máquina de absorventes apresentada no filme é fruto de um projeto real que pode ser incentivado por você. Saiba mais sobre o The Pad Project

A post shared by Paulinha Carvalho/Morning Show (@paulinhacarvalhojp) on

Quarentena? Aproveite a oportunidade e ouça álbuns inteiros Dois jogos para se divertir com as crianças na quarentena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.