Vice chega aos cinemas com oito indicações ao Oscar e será estranho se não levar a de Melhor Ator, para Christian Bale. Poderá apenas sofrer o baque, se a popularidade de Rami Malek, em Bohemian Rhapsody se sobrepor ao incrível trabalho de caracterização, ponto forte inclusive do trabalho de Bale como ator. Vice também deve levar o prêmio de Melhor Maquiagem. Christian Bale interpreta o ex-vice-presidente americano Dick Cheney. Também no elenco, Amy Adams, Steve Carell e Sam Rockwell, como George W. Bush. O filme é descrito como a história épica de um funcionário burocrático de Washington que se tornou silenciosamente o homem mais poderoso do mundo, na cadeira de vice-presidente. Sim, estamos falando do governo de George W. Bush, entre 2001 e 2009. Interessante: em inglês Vice é um referência direta ao protagonista, vice-presidente republicano Dick Cheney, mas também em inglês vice significa vício, no caso pelo poder.

A segunda estreia, O Menino Que Queria Ser Rei, chega em tempo de atender os pequenos que ainda não voltaram às aula. O filme retoma a história do rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda propondo trazer os poderem da espada Excalibur para os dias de hoje. Na história, um xxxxovem que defende os amigos de bullying encontrará a lendária espada enfincada em uma pedra. Sem saber do que se trata, retirará a espada e assim e será assim responsável não só pelos seus, mas pela defesa do mundo das forças do mal. sim o mago Merlin virá ajudar, mais jovem do que como habitualmente é retratado. 

O próximo filme foi minha escolha por motivo de Jennifer Lopez. Em Uma Nova Chance a atriz e cantora vive uma caixa de supermercado insatisfeita com sua vida profissional. Eis que amigos resolvem dar um gás nas suas redes sociais, e mudam seu currículo para que ela se reinvente com uma executiva de sucesso. No elenco dessa comédia levinha temos ainda Leah Remini, Vanessa Hudgens e MiloVentimiglia (beijo pra quem gosta do Jack, de This Is Us).

Não poderia deixar de falar da estréia do terceiro documentário sobre Maria Bethânia. Fevereiros conta com depoimentos de Caetano Veloso e Chico Buarque, entre outros, e se propõe a contar a história a construção da vitória da escola de samba carioca Estação Primeira de Mangueira em 2016, quando teve como enredo, uma homenagem a cantora baiana Maria Bethânia.

Ator de Empire é agredido em ataque homofóbico e racista Brumadinho: vidas e sonhos soterrados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.