Começando tradicionalmente com o filme que eu quero ver. Paterson, de Jim Jarmusch. Ele que é da turma de Quentin Tarantino e dos Irmãos Coen, caras considerados peças importantes para o renascimento do cinema independente americano no fim dos anos 1980 e começo dos 1990. Seu primeiro filme a chamar a atenção foi Estranhos no Paraíso, e existem outros que se tornaram também muito populares como Down by Law ( atuam John Lurie, Tom Waits e Roberto Benigni), Dead Man (com Iggy PopJohnny Depp) , Flores Partidas ( com Bill Murray) e Amantes Eternos ( vampiros interpretados por Tilda Swinton e Tom Hiddleston )

Opa! Vamos voltar ao lançamento? Amazon Studios envolvida 😉 O protagonista é Adam Drive, que viveu jovem vilão de Star Wars, O Despertar da Força e também está no elenco de Silêncio, de Scorcese ( além da série Girls e também de papéis em Frances Ha e Enquanto Somos Jovens). Paterson é um motorista de ônibus da cidade de Paterson, em Nova Jersey. além de conduzir o veículo, é também poeta.

Vida é o filme cheio de atores conhecidos.  Jake Gyllenhaal, Ryan Reynolds e  Rebecca Ferguson protagonizam a história de uma equipe de astronautas da Estação Espacial Internacional que descobre sinais de vida inteligente em Marte! Agora, pode ficar com medinho, porque pela sinopse o babado é o seguinte:

Medo puro quando eles encontram uma forma de vida em desenvolvimento que causou a extinção da vida em Marte e agora ameaça a tripulação e a vida na Terra.

A terceira estreia é a comédia nacional Gostosas Lindas e Sexies . Não sei não. Vejam o trailer:

Se quiser mesmo um filme nacional, fique com Joaquim. O filme explica como Joaquim José da Silva Xavier se tornou um herói brasileiro, sim: estamos falando de Tiradentes. O diretor é Marcelo Gomes, e no elenco temos Julio Machado, Nuno Lopes, Isabél Zuaa e Rômulo Braga. O filme usa da ficção, com apoio de documentos históricos, para traçar a trajetória deste funcionário da coroa portuguesa que decide se tornar um rebelde.

A sinopse diz:

Século XVIII. A colônia dos Brasis, parte do Império Português, enfrenta um declínio na produção de ouro. Uma minoria portuguesa governa de forma autoritária e corrupta uma sociedade composta, em sua maioria, por africanos escravizados, indígenas e mestiços. Joaquim é um militar de destaque na captura de contrabandistas de ouro. Ele espera que sua dedicação seja recompensada com uma patente de tenente para que possa comprar a liberdade de Preta, por quem é apaixonado. A promoção nunca chega, ele se desespera. Neste momento, Joaquim é designado para uma arriscada missão: encontrar novas minas de ouro no temido Sertão Proibido. Cumpri-la será a única forma de conseguir sua promoção e a liberdade de sua amada.

 

Tá, então, acho que vocês merecem um outra indicação. E fica para o estranho, mas que cativou O Sonho de Greta:

Pra mim, uma versão de Garotas Malvadas misturado à Onde Vivem Os Monstros e filmada numa vibe Wes Anderson. A sinopse? A garota Greta vai completar 15 anos, e está daquele jeito: sem amigos na escola nova e vivendo num mundo bastante particular. Os pais resolvem organizam uma festa de aniversário para a menina, que de alguma forma vai se envolver no que eles chamam de ” um mundo paralelo, uma espécie de sonho estranhamente erótico, um pouco violento e completamente absurdo”. ADOREI! Já quero ver. Este é o filme de estreia da diretora australiana Rosemary Myers.

Não curto o Korn, mas já sou fã de Tye Trujillo Girlboss, na Netflix: você já tem maratona para este feriado ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.