Mas tá difícil até de acreditar nisso. Só se fala em A Liga da Justiça… Afinal, depois dos criticados Batman vs Superman e Esquadrão Suicida, e da produção salva vidas Mulher-Maravilha , eis que agora podermos ver todos os personagens da DC juntinhos. A crítica se divide entre acreditar que a Warner acertou a mão, e chorar um filme que ainda não entrega.

Além de Batman, Superman e Mulher-Maravilha ( Gal Gadot), temos Flash, Aquaman e Cyborg.

Entre as questões pessoais dos heróis, Batman (Ben Affleck) remoendo a culpa pela morte do Superman, que voltará e isso não é spoiler, porque todo mundo já sabia. Henry Cavill retorna sem bigode. vocês bem devem se lembrar que em algumas cenas refilmadas, a equipe de efeitos visuais teve que retirada digitalmente do bigode do cara, que já estava engatado na caracterização de outro personagem, no filme Missão Impossível 6.

O vilão da vez é o Lobo da Estepe (Ciarán Hinds) que será combatido por Batman, Superman e Mulher Maravilha, com o adendo de um time de meta-humanos: Aquaman (Jason Momoa), Cyborg (Ray Fisher) e Flash (Ezra Miller). Aquela boa e velha missão de salvar  mundo.

Agora que já passamos pelo filme que você já sabia que estreava hoje, vamos para as outras opções? Romance? Pega a menina que estrela a série The Crown, a Claire Foy. Junta com o maravilhoso Andrew Garfield. Na direção Andy Serkis, assinando seu segundo longa. Uma Razão Para Viver conta a história de Robin Cavendish (Andrew Garfield), importador de chá que pega poliomielite no Quênia e perde a capacidade de se mexer. E ai temos Diana Cavendish (Claire Foy), a esposa não desiste do marido nessa hora complicada. Ela está grávida do primeiro filho do casal. Curiosidade: história é confortável para Serkis, que já interpretou um personagem parcialmente paralisado pela doença em 2010 e tem uma irmã com esclerose múltipla. O filme é baseado em uma história real, e o trailer já me fez chorar.

O próximo filme é um documentário do brasileiro Heitor Dhalia ( O Cheiro do Ralo, Serra Pelada) que cobre o trabalho do fotógrafo Michael O’Neill que há uma década segue obstinado em retratar os principais gurus e mestres de yoga ainda vivos. No filme, incluindo encontros com pensadores, médicos e iogues

KILL4ME: Novo clipe de Marilyn Manson tem Johnny Deep censurado para menores Uma sombra em Inhotim? Entenda o caso da condenação de Bernado Paz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.