Ao que parece, o apresentador vai para a Globo com mira certa: o Vídeo Show. Hoje, a atração é comandado pela atriz Sophia Abrahão e as ex-BBBs Fernanda Keulla e Vivian Amorim, além de contar com Ana Clara como repórter. Desde a saída de Monica Iozzi, o Vídeo Show tem patinado para reencontrar uma boa fórmula e reconquistar a audiência. O apresentador Otaviano Costa, que acertava no tom, também deixou o programa para dedicar-se a outro projeto. A estreia dessa formação, perdeu na Grande São Paulo para o quadro Hora da Venenosa do Balanço Geral da Record. O novo Vídeo Show começa mais cedo e é estendido em transmissão no site do Gshow e nas redes sociais.

 

“Hoje eu me despedi da @radiojovempanoficial Com uma carta e gostaria de agradecer a todos vcs com muito carinho…. Carta aos Ouvintes da Jovem Pan, ao Seu Tuta, ao Tutinha, a todos da Família Carvalho e colegas da Pan
Meu Deus! Quem diria que esse dia iria chegar… Nossaaaa, 22 anos na mesma empresa, metade da minha vida aqui dentro, dentro desta rádio que virou televisão desde de 2001. Acho que nesses 20 anos que estou em São Paulo pelo menos 10 vivi dentro desta casa que me acolheu tão bem. Até agora não consigo acreditar que tenho que me despedir, não gosto muito, me dói. A Jovem Pan foi a casa onde fui concebido, onde cresci, casei, tive filhos e amadureci. Só que chega uma hora que o filho precisa ir embora, e essa hora chegou.
Nesse tempo eu só tenho a agradecer todos meus colegas, tenho muitos irmãos que vou levar pra sempre comigo também, agradecer ao grande professor Antônio Emílio Surita, ao meu irmão Bola, Ceará e Japa que me receberam muito bem quando cheguei. Ao Alexandre Hovoruski e Christovam Neumann que me levaram até o Pânico que já era o programa de sucesso da casa. Aprendi a fazer humor aqui, na principal escola do humor brasileiro que é e sempre foi a rádio Jovem Pan.
Não tenho palavras pra agradecer a vocês ouvintes e telespectadores que riram comigo, que choraram e se emocionaram e até ficaram bravos nos momentos mais acalorados, e tudo isso só aconteceu sabe por que? Porque me senti em casa, e em casa, a gente erra, acerta, é feliz, é triste e também meio mal humorado.
Emílio e amigos do Pânico, fizemos história, juntos marcamos pra sempre o humor brasileiro, com um programa de TV sem verba no começo e olha o feito que tivemos, dá orgulho, dá mais vontade de chorar, mas de agradecer também.
A Jovem Pan vem traçando um novo caminho e eu desejo toda a sorte do mundo a essa empresa que eu posso garantir que eu não vesti a camisa da Jovem Pan, eu tatuei, é pra sempre!
Obrigado Jovem Pan, obrigado ouvintes, e como diria o nosso grande colega Joseval Peixoto, no rádio escrevemos o capitulo vivo da história. Marvio Lucio dos Santos Lourenço
Batizado pela Jovem Pan de “Carioca”
#obrigado #gratidao #jovempan “

 

View this post on Instagram

Hoje eu me despedi da @radiojovempanoficial Com uma carta e gostaria de agradecer a todos vcs com muito carinho…. Carta aos Ouvintes da Jovem Pan, ao Seu Tuta, ao Tutinha, a todos da Família Carvalho e colegas da Pan Meu Deus! Quem diria que esse dia iria chegar… Nossaaaa, 22 anos na mesma empresa, metade da minha vida aqui dentro, dentro desta rádio que virou televisão desde de 2001. Acho que nesses 20 anos que estou em São Paulo pelo menos 10 vivi dentro desta casa que me acolheu tão bem. Até agora não consigo acreditar que tenho que me despedir, não gosto muito, me dói. A Jovem Pan foi a casa onde fui concebido, onde cresci, casei, tive filhos e amadureci. Só que chega uma hora que o filho precisa ir embora, e essa hora chegou. Nesse tempo eu só tenho a agradecer todos meus colegas, tenho muitos irmãos que vou levar pra sempre comigo também, agradecer ao grande professor Antônio Emílio Surita, ao meu irmão Bola, Ceará e Japa que me receberam muito bem quando cheguei. Ao Alexandre Hovoruski e Christovam Neumann que me levaram até o Pânico que já era o programa de sucesso da casa. Aprendi a fazer humor aqui, na principal escola do humor brasileiro que é e sempre foi a rádio Jovem Pan. Não tenho palavras pra agradecer a vocês ouvintes e telespectadores que riram comigo, que choraram e se emocionaram e até ficaram bravos nos momentos mais acalorados, e tudo isso só aconteceu sabe por que? Porque me senti em casa, e em casa, a gente erra, acerta, é feliz, é triste e também meio mal humorado. Emílio e amigos do Pânico, fizemos história, juntos marcamos pra sempre o humor brasileiro, com um programa de TV sem verba no começo e olha o feito que tivemos, dá orgulho, dá mais vontade de chorar, mas de agradecer também. A Jovem Pan vem traçando um novo caminho e eu desejo toda a sorte do mundo a essa empresa que eu posso garantir que eu não vesti a camisa da Jovem Pan, eu tatuei, é pra sempre! Obrigado Jovem Pan, obrigado ouvintes, e como diria o nosso grande colega Joseval Peixoto, no rádio escrevemos o capitulo vivo da história. Marvio Lucio dos Santos Lourenço Batizado pela Jovem Pan de “Carioca” #obrigado #gratidao #jovempan

A post shared by Carioca – Márvio Lúcio (@carioca) on

O programa da Luisa Mell na Band... Não. Pera. Todos sobrevivem a acidente aéreo no México, e eu te dou dicas de filmes sobre o tema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.