Eis que surge o tão aguardado álbum de blues dos Rolling Stones. O primeiro álbum de estúdio dos caras em uma década! Blue & Lonesome foi lançado hoje em em CD, plataformas digitais, vinil duplo e edição deluxe incluindo CD, mini-livro de 75 páginas sobre a gravação e cartões postais da banda. Com covers de canções de blues, o álbum marca a retomada da banda às suas raízes e conta com a guitarra de Eric Clapton em pelo menos duas faixas.

O sucessor de A Bigger Band, lançado em 2005, estampa na capa os icônicos lábios, agora azulados. São 12 canções, com foco especial no blues de Chicago. O álbum foi gravado em três dias no British Grove Studios, em Londres. O estúdio é de Mark Knopfler, guitarrista do Dire Straits, que também participaria do disco.

E tinha falado do Clapton! Sabe como tudo aconteceu? Tanto o guitarrista, quanto os dinossauros estavam gravando no mesmo estúdio… então o caminho até que foi curto para que Clapton engajasse em tocar para as faixas Everybody Knows About My Good Thing, de Little Johnny Taylor  e I Can’t Quit You Baby, de Willie Dixon ( essa foi também regravada pelo Led Zeppelin, em 1969).

A faixa título é de Little Water, além de Blue & Lonesome, os Stones regravaram Hate to See You Go, I Gotta Go e Just Your Fool, que foi o single de divulgação desse novo trabalho, lançado com um vídeo interativo em 360º.

O álbum ainda contém Commit a Crime, de Howlin’ Wolf, que quando gravada em 1971 teve participação de Charlie Watts, baterista dos Rolling Stones, e Eric Clapton.

Agora é esperar pra ver se os velhinhos mais xxxxovens do mundo sairão em uma turnê de blues. Ontem saiu o primeiro clipe do novíssimo álbum. Ride ‘Em On Down, um cover de Eddie Taylor, tem como estrela a atriz queridinha indie do momento Kristen Stewart dirigindo um Mustang azul de forma arriscada, chupando um pirulito azul e claro que ouvindo o som dos Stones.

Exhibitionism em NY

A exposição que já levou milhares de fãs à Londres, agora está em NY. A mostra Exhibitionism conta a história dos Rolling Stones através de diversos itens que foram guardados pela banda em seus mais de 50 anos de estrada. Inaugurada em abril passado em Londres, agora se transfere para a Big Apple com o acervo de roupas, instrumentos, cadernos com manuscritos e maquetes de palcos dividido em 9 salas temáticas. A que faz mais sucesso, recria do primeiro apartamento do grupo, ou o estúdio Olympic, onde gravaram em 1966. A mostra ocupa a Industria Superstudio, no West Village. O Ingresso custa U$ 40,00, e Exhibitionism deve ficar em NY até março do ano que vem.

Chape: Madellín faz uma homenagem emocionante, pra dizer o mínimo. E o melhor game de 2016 é...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.