Em anúncio realizado através de nota à imprensa, divulgada nesta quinta-feira, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas relata que expulsou Bill Cosby e Roman Polanski de seu quadro de membros.

claro que vocês bem devem conhecer os casos de abuso sexual nos quais ambos estão envolvidos. Agora, entraram para  lista do expulsos, como o produtor Harvey Weinstein, também acusado por dezenas de mulheres, e que foi retirado da Academia em outubro de 2017.

Responsável pelo Oscar, a instituição afirma que  “O conselho continua a encorajar padrões éticos que exigem que os membros se enquadrarem nos valores de respeito pela dignidade humana observados pela Academia”.

“Não há lugar na Academia para as pessoas que abusam do status, poder ou influência de forma que viole os reconhecidos padrões de decência. A Academia é totalmente contra qualquer forma de abuso, assédio ou discriminação — seja de gênero, orientação sexual, raça, etnia, deficiência, idade, religião ou nacionalidade”

Em dezembro do ano passado, eles foram bastante específicos e lançaram inclusive uma carta com os padrões de conduta para combater o assédio e a discriminação no ambiente de trabalho.

Relembre:

Roman Polanski, diretor de O Bebê de Rosemary, Chinatown e O Pianista, entre tantos outros filmes, é acusado de ter abusado sexualmente de 3 mulheres e está fugido dos Estados Unidos desde 1978, quando foi condenado pela primeira acusação de estupro que recebeu. De início a denúncia era de estupro com uso de drogas, perversão, sodomia, atos libidinosos com uma criança com menos de 14 anos, e fornecimento de drogas controladas a uma menor de idade. Houve acordo com o advogado da vítima, o diretor assumiu a culpa por abusar sexualmente de um menor de 18 anos, a defesa desistiu das demais acusações e ele foi condenado. Nunca cumpriu pena, pois fugiu do país. O diretor foi cinco vezes indicado ao Oscar, tendo vencido como melhor diretor por O Pianista. Não pode comparecer à cerimônia, pois corria de fato o risco de ser preso.

Bill Cosby, que tem acusações de abusos que datam de 1960, foi finalmente condenado pela primeira vez em abril deste ano pelo crime de drogar e estuprar uma mulher em 2004. Ele já foi acusado de estupro e abuso sexual por mais de 50 mulheres. Nunca recebeu indicação ao Oscar, pois sua carreira era muito baseada na televisão.

Não teremos Nobel de Literatura esse ano Charlie Rose: Mais 27 denúncias de assédio sexual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.