Dia Internacional da Mulher, sim é hoje. Mas fato é que na música elas brilham SEMPRE. O Spotify fez um levantamento das mulheres mais ouvidas, até hoje, na plataforma. Vamos espiar quais foram as mais poderosas do mundo?

1. Rihanna

2. Ariana Grande

3. Beyoncé

4. Ellie Goulding

5. Katy Perry

6. Lana Del Rey

7. Sia

8. Adele

9. Selena Gomez

10. Meghan Trainor

Se considerarmos apenas o público feminino, a mais ouvida é Beyoncé <3

E no Brasil? Acredite, se considerarmos todas as artistas, a única brasileira é Anitta.

1. Rihanna
2. Anitta
3. Ariana Grande
4. Beyoncé
5. Katy Perry
6. Demi Lovato
7. Lana Del Rey
8. Ellie Goulding
9. Sia
10. Selena Gomez

Agora se considerarmos apenas artistas brasileiras, outras engrossam o coro:

1. Anitta
2. Maria Gadú
3. Ludmilla
4. Ivete Sangalo
5. Marisa Monte
6. Pitty
7. Ana Carolina
8. Cássia Eller
9. Clarice Falcão ( vocês viram esse clipe dela?)

10. Vanessa da Mata

Além de divulgar estes dados, o Spotify lançou o perfil “Women in Music & Culture”, uma série que destaca vozes femininas relevantes no cenário musical, na literatura e entretenimento.São quinze playlists com comentários exclusivos de artistas jovens falando de ícones da música que inspiraram seus trabalhos, como Kelly Clarkson falando de Aretha Franklin, Zendaya sobre Beyoncé, e Sydney of Echosmith de Joni Mitchell. Tem também mais de 70 poemas de mulheres lidos pelas próprias autoras como Rita Dove, Elizabeth Bishop, Gertrude Stein entre outras. Também foram compiladas obras da literatura como romances, poesias e histórias de Jane Austen, Sylvia Plath e Emily Dickinson e claro que temos ainda as básicas listas “Women of Pop” e “Women of Hip Hop” a “Women of Metal” e “Women of Fresh Finds”. Querem mais GIRL POWER? Tem ainda uma playlist da vencedora do Globo de Ouro Gina Rodriguez, da série de TV “Jane The Virgin”, que inicia as séries “Spotify Latinos Trending” (com as músicas mais comentadas e compartilhadas).

Nina: O que será da cinebiografia de Nina Simone? É pra ver Batman Vs Superman - A Origem da Justiça ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.