Anitta finalmente se pronunciou sobre clipe gravado com a direção de Terry Richardson, envolvido em várias denúncias de assédio sexual por modelos que já trabalharam com ele. Vai, Malandra, foi gravado no Vidigal, no Rio de Janeiro, e ficou bem conhecido mesmo antes de ser lançado pelo biquíni de tape usado pela cantora.

Richardson está queimado no mundo na moda e foi vetado em qualquer publicação grupo Condé Nast International, responsável por revistas como Vogue e Vanity Fair.

Vamos ao que disse Anitta:

“Imediatamente após tomar conhecimento sobre as acusações de assédio que envolvem o diretor Terry Richardson solicitei que minha equipe avaliasse o contrato para verificar o que juridicamente poderia ser feito.

Estudamos todas as possibilidades, que foram além das questões jurídicas, passando também pelo envolvimento emocional, levando em consideração o imenso trabalho digno de todos os artistas e colaboradores que de alguma maneira fizeram este clipe acontecer.

Esse não é um trabalho de uma pessoa só.

Manterei minha promessa aos moradores do Vidigal e aos meus fãs lançando o clipe de Vai, Malandra em dezembro deste ano.

Como mulher, faço questão de reafirmar que repudio qualquer tipo de assédio e violência contra nós e espero que todos os casos dessa natureza sejam sempre investigados com a relevância e seriedade que merecem.”

Assim, Anitta garante que Vai, Malandra sai em dezembro, fechando seu projeto de divulgação internacional, Xeque-Mate. Foram duas músicas em espanhol (Paradinha e Downtown feat. J. Balvin), duas músicas em inglês (Will I See You e Is That For Me feat. Alesso), e agora essa última em português, com participação em inglês do rapper Maejor.

Você nunca sabe quando o Marron 5 pode estar tocando no metrô PERGUNTA: Como ficam House of Cards e Transparent?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.