Não sei se vocês se lembram do poder de realização dos sapatinhos vermelhos presenteados à Dorothy em O Mágico de Oz, 1939. É com eles que a jovem, interpretada por Judy Garland, consegue voltar pra casa. Pois há 13 anos, um dos pares usados pela atriz no filme, foi roubado de uma exposição no Judy Garland Museum, em Grand Rapids, nos EUA.

Ontem, o FBI anunciou que recuperou a relíquia, mas não deu detalhes do paradeiro do par de sapatos, sumidos desde 2005, marcando para hoje uma coletiva de imprensa em que promete esclarecer os detalhes da ação. Misterioso, né?

Quando do desaparecimento do par, o roubo ficou bastante famoso por não ter deixado pistas. Os ladrões não foram pegos pelas câmeras de segurança, não foram deixadas impressões digitais e o único resquício de que os sapatinhos tinham estado por lá, na caixa de vidro que os protegiam, foi o abandono de uma única lantejoula vermelha. A polícia chegou a anunciar uma recompensa de US$ 1 milhão para soubesse de pistas sobre os sapatinhos, e nada.

O item fazia parte da coleção particular de Michael Shaw, que alugava os sapatinhos icônicos ao Judy Garland Museum e doava os milhares de dólares que cobrava da instituição para a caridade. Uma das teorias sobre o roubo é de que o próprio Shaw pudesse ter armado a história para receber o dinheiro do seguro, algo em torno de US$ 800.000.

Acontece que durante a produção de O Mágico de Oz, Judy Garland usou quatro pares diferentes dos sapatinhos vermelhos: esses roubados, um que está no Smithsonian Museum, e outro que foi comprado recentemente por Leonardo DiCaprio e Steven Spielberg, no leilão o valor inivcial do item era de 2 a 3 milhões de dólares. Eles doaram o mimo para a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que por sua vez deve colocá-lo em exposição em um museu que abre ano que vem. Um quarto par de sapatos vermelhos, da coleção da atriz Debbie Reynolds foi vendido por US$ 612 mil em maio de 2011.

O apego pelo que representa os sapatinhos é tanto que recentemente o Museu Smithsonian chegou a levantar mais de US$ 300 mil, doados por 5.300 pessoas de 41 países para financiar uma vitrine de alta tecnologia que ajudará a preservar o par de sapatos.

Bata três vezes seus calcanhares, Dorothy. E vamos de volta pra casa <3

VOCÊ INDICA, EU COMENTO: Luis Miguel Asia Argento acusada, agora é acusadora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.